Repositório Digital

A- A A+

Angola pós-independência, sob o olhar de João Melo em Filho da pátria

.

Angola pós-independência, sob o olhar de João Melo em Filho da pátria

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Angola pós-independência, sob o olhar de João Melo em Filho da pátria
Autor Felix, Vanessa Alves
Orientador Tettamanzy, Ana Lúcia Liberato
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Angola
Identidade
Melo, João de 1949-. Filhos da pátria : Crítica e interpretação
Pós-colonialismo
[es] Identidad
[es] Pos-colonialismo
Resumo A presente dissertação tem por objetivo analisar a partir da obra Filhos da Pátria (2008), do escritor João Melo, a identidade angolana, por meio dos estudos da periferia, das elites e das relações étnico-raciais. Para a realização deste trabalho, valeu-se da leitura das teorias pós-colonialistaspara compreender os efeitos políticos, filosóficos, artísticos e literários deixados pelo colonialismo nos países de expressão portuguesa. Além destes, o marco teórico deste estudo também compreendeu a leitura e análise dos textos do sociólogo Boaventura de Sousa Santos, contribuindo para a discussão sobre o colonialismo português. A partir destes estudos, percebemos os resquícios do regime colonialista, em Angola, através das condições precárias que vive, atualmente, grande parte da população de Luanda, assim como a influência do colonialismo no discurso racial neste país.
Resumen La presente tesis de maestría tiene por objetivo analizar, desde la obra Filhos da Pátria (2008), del escritor João Melo, la identidad angolana, por medio de los estudios de periferia, de las elites y de las relaciones étnico-raciales que existen en Angola. Para la realización de este trabajo, nos valemos de la lectura de las teorías pos-colonialistaspara comprender los efectos políticos, filosóficos, artísticos y literarios dejados por el colonialismo en los países de expresión portuguesa. A más allá de esos estudios, el marco teórico de este trabajo también comprendió la lectura y el análisis de los textos del sociólogo Boaventura de Sousa Santos, contribuyendo para la discusión del colonialismo portugués. A partir de estos estudios, percibimos los resquicios del régimen colonialista, en Angola, por medio de las condiciones precarias que se vive en la capital, Luanda; como también los influjos del colonialismo en el discurso racial en este país.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131716
Arquivos Descrição Formato
000981215.pdf (625.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.