Repositório Digital

A- A A+

Acurácia diagnóstica de questionários para identificar apneia do sono em idosos

.

Acurácia diagnóstica de questionários para identificar apneia do sono em idosos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Acurácia diagnóstica de questionários para identificar apneia do sono em idosos
Autor Montanari, Carolina Caruccio
Orientador Martinez, Denis
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Apnéia do sono tipo obstrutiva
Idoso
Síndromes da apnéia do sono
[en] Elderly
[en] Obstructive sleep apnea
[en] Sensitivity and specificity
[en] Sleep apnea
[en] Sleep apnea screening
Resumo Introdução: A utilidade de questionários para o diagnóstico de apneia obstrutiva do sono está bem estabelecida em adultos, mas permanece indefinida em idosos. Objetivo: Avaliar as propriedades preditivas dos questionários mais comumente empregados na população em geral em idosos fisicamente independentes. Desenho: Transversal. Local: Unidade de cuidados primários de saúde pública filiada a hospital universitário. Participantes: Roncadores fisicamente independentes com idade entre 65 a 80 anos cadastrados em um hospital universitário foram abordados por telefone e convidados a participar. Métodos: Os participantes foram submetidos à polissonografia portátil. Sensibilidade, especificidade, razão de verossimilhança positiva e negativa, área sob a curva ROC e psicometria clássica foram utilizados para avaliar a precisão e a medição de propriedades diagnósticas de três instrumentos validados para uso na população geral, sendo incerta sua utilização em idosos. Resultados: A amostra de 131 idosos fisicamente independentes, 50% homens, 58% aposentados, foram incluídos. Epworth>6 apresentou uma precisão de 61% para identificar IAH≥15. Epworth>10, ponto de corte usualmente empregado em adultos, apresentou pior desempenho diagnóstico. Sexo masculino e ser aposentado tiveram menor probabilidade de estarem associados com apneia obstrutiva do sono grave. Para prever IAH≥15, a área sob a curva ROC para Epworth>6 foi significativa, mas não para STOP-bang>2 e Atenas>5. Na regressão logística para prever IAH≥15, controlando para diversos fatores, apenas Epworth>6 e Atenas>5 permaneceram significativas no modelo. Conclusão: Em idosos independentes, uma escala de sonolência de Epworth com ponto de corte de 6 tem melhor desempenho diagnóstico do que questionários comumente empregados para prever um IAH≥15.
Abstract Background: The usefulness of questionnaires for diagnosis of sleep apnea is well established in adults, but remains undefined in the elderly population. Objective: To evaluate the predictive properties of the most commonly employed questionnaires in physically independent elderly people from the general population. Design: Cross-sectional. Setting: Public health primary care unit affiliated to university hospital. Participants: Physically independent snorers aged 65 to 80 years adscript to a university hospital were approached by telephone and invited to participate. Measurements: Participants underwent portable polysomnography. Sensitivity, specificity, positive and negative likelihood ratios, area under the ROC curve, and classical psychometrics were used to assess diagnostic accuracy and measurement properties of three validated instruments for use in the general population, making their usability in elderly populations uncertain. Results: A sample of 131 independently-living elderly people, 50% male, 58% retired, was included. For identifying AHI≥15, an Epworth>6 had an accuracy of 61%. Epworth>10, the usually employed cut-off point in adults, had poorer diagnostic performance. Male gender and retirement were protective of more severe OSA. For predicting AHI≥15, the area under the ROC curve for Epworth>6 was significant, but not for STOP-Bang>2 and Athens>5. In logistic regression to predict AHI≥15, after controlling for several confounders, Epworth>6, and Athens>5 were the only variables that remained significant in the model. Conclusion: In independent elderly, an Epworth sleepiness scale cut-point of 6 has better diagnostic performance than commonly employed questionnaires to predict an AHI≥15.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/132142
Arquivos Descrição Formato
000982134.pdf (1.409Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.