Repositório Digital

A- A A+

A política externa da Nigéria : desafios de um gigante africano (1960-2014)

.

A política externa da Nigéria : desafios de um gigante africano (1960-2014)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A política externa da Nigéria : desafios de um gigante africano (1960-2014)
Autor Oliveira, Guilherme Ziebell de
Orientador Vizentini, Paulo Gilberto Fagundes
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais.
Assunto África
Nigéria
Política externa
Relações internacionais
[en] Foreign policy
Resumo Este trabalho busca analisar os diferentes enfoques da política externa da Nigéria, de sua independência, em 1960, até os dias atuais, na tentativa de avaliar mudanças e continuidades nas prioridades desta ao longo do período. Além disso, o trabalho busca, por meio de uma perspectiva histórico-descritiva, melhor compreender a posição ocupada pela Nigéria, um Estado semiperiférico (ou grande Estado periférico), no cenário internacional e também no continente africano. Para tanto, o trabalho divide-se em quatro capítulos, nos quais além de se fazer uma retomada histórica da evolução do sistema interafricano, são analisadas todas as décadas da política externa nigeriana. O que se percebe, através dessa análise, é que, ao longo da história nigeriana, o principal objetivo da política externa do país foi a sua consolidação como principal potência e liderança do continente africano. A busca desse objetivo, todavia, atravessou diferentes fases, fortemente vinculadas principalmente ao desempenho econômico nigeriano, mas também ao contexto vivido pelo sistema internacional e pelo sistema interafricano em cada período analisado, o que fez com que, em momentos distintos, a atuação nos âmbitos regional ou extracontinental fosse intensificada – em geral como uma forma de reforçar a posição ocupada pelo país no continente africano.
Abstract This work seeks to analyze Nigeria’s different foreign policy approaches, from its independence in 1960 to the present day, in an attempt to evaluate changes and continuities in its priorities over the period. In addition, the work aims to, through a historical descriptive perspective, better understand the position occupied by Nigeria, as a semi-peripheral State (or large peripheral State), in the international arena and also on the African continent. In order to do so, the work is divided into four chapters, in which we present a historical overview of the evolution of the inter-African system and then proceed to analyze every decade of Nigerian foreign policy. It becomes clear, through this analysis, that over the course of Nigerian history, the main goal of the country’s foreign policy was its consolidation as the main power and leader in Africa. The pursuit of that goal, however, went through different phases, strongly linked mainly to Nigerian economic performance, but also to the context of the international and inter-African systems in each period, which, at different times, caused Nigeria’s foreign policy to be intensified in the regional or extracontinental sphere – generally as a way to strengthen its position on the African continent.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/132905
Arquivos Descrição Formato
000980426.pdf (1.298Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.