Repositório Digital

A- A A+

Dinâmicas territoriais e organizacionais na Zona Sul do Rio Grande do Sul : um estudo do processo de gestão social do desenvolvimento territorial

.

Dinâmicas territoriais e organizacionais na Zona Sul do Rio Grande do Sul : um estudo do processo de gestão social do desenvolvimento territorial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dinâmicas territoriais e organizacionais na Zona Sul do Rio Grande do Sul : um estudo do processo de gestão social do desenvolvimento territorial
Autor Oliveira, Carlos Douglas de Sousa
Orientador Schneider, Sergio
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Desenvolvimento rural
Relações sociais
Rio Grande do Sul, Sul
Territorialidade
Territorio
[en] Power
[en] Social management
[en] Territorial development
[en] Territory
Resumo Este estudo teve como objetivo analisar a maneira como a organização social e territorial dos atores no âmbito do Fórum da Agricultura Familiar influencia no processo de gestão social do desenvolvimento territorial e a influência dos micropoderes sobre esse processo. O estudo se deu no âmbito do fórum, por representar a principal institucionalidade responsável pelo processo de gestão social do território Zona Sul do Rio Grande do Sul. Metodologicamente lançou-se mão de entrevistas semiestruturadas, formulários de pesquisa e observação participante, revelando a percepção dos atores sobre a questão de pesquisa e comparando o discurso dos mesmos com a prática observada em momentos decisórios do processo de desenvolvimento territorial. Sendo assim, confirmaram-se as hipóteses desse estudo, de que as formas de organização dos atores territoriais para operar a gestão social, assim como os micropoderes existentes no território influenciam no processo de gestão social do desenvolvimento territorial. Essa influência pode ser tanto positiva quanto negativa, conforme se constatou no território Zona Sul, que na prática se apresenta como o território do Fórum da Agricultura Familiar, exatamente porque essa institucionalidade dispõe de um poder no âmbito da política de desenvolvimento territorial, que lhe permite reduzir o campo de atuação do território à uma única categoria sociopolítica, a Agricultura Familiar. O estudo também demonstra que a estratégia de gestão social dos atores desse território sofre forte influência das políticas públicas. Porém esses atores dispõem de estratégias endógenas de gestão, que garantem a sustentabilidade desse modelo de gestão social desenvolvido no território.
Abstract This study aimed to analyze in which extent the social and territorial organization of the Family Farming Forum actors influence the social management of the territorial development and the influence of the micro powers on this process. The study was made in the Forum because it represents the main institution responsible by the process of the South Zone social management territory of Rio Grande do Sul. Methodologically, it was used semi structured interviews, research forms and participant observation, revealing the actors’ perception of the research’s matter and comparing their speeches to the practice observed in decisive moments of the territorial development process. Thereby, it was confirmed the hypotheses of this study that the way the territorial actors operate the social management, as well as the micro powers existing in the area, influence on the social management process of the territorial development. This influence can be positive or negative, as it was found in the South Zone territory, which in fact presents itself as the territory of the Family Farming Forum, due to the fact that this institution possesses an authority in the territorial development policy, which allows it to reduce the action field of the territory to a unique sociopolitical category, the Family Farming. The study also demonstrates that the social management strategy of the actors of this territory suffers a strong influence of the public policies. However, these actors have endogenous strategies of management that guarantee the sustainability of this social management pattern developed in the territory.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/132909
Arquivos Descrição Formato
000981193.pdf (2.240Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.