Repositório Digital

A- A A+

Influências do local de moradia sobre as escolhas de estudar e trabalhar dos jovens nas aglomerações urbanas do Rio Grande do Sul, 2000 e 2010

.

Influências do local de moradia sobre as escolhas de estudar e trabalhar dos jovens nas aglomerações urbanas do Rio Grande do Sul, 2000 e 2010

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influências do local de moradia sobre as escolhas de estudar e trabalhar dos jovens nas aglomerações urbanas do Rio Grande do Sul, 2000 e 2010
Autor Ferreira, Gisele da Silva
Orientador Lahorgue, Maria Alice Oliveira da Cunha
Data 2015
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Demografia
Habitação
Jovens
Rio Grande do Sul
Tomada de decisão
Trabalho
[en] Decisions
[en] Multinomial logistic regression
[en] Neighborhood effect
[en] Study
[en] Urban agglomerations of Rio Grande do Sul
[en] Work
[en] Youth
Resumo Nas últimas décadas inúmeros estudos foram produzidos acerca da influência do local de moradia sobre o bem-estar das pessoas, o chamado “efeito-bairro”. Este trabalho tem o objetivo de analisar os principais fatores que influenciam os jovens gaúchos de 15 a 24 anos a permanecerem apenas estudando, estudando e trabalhando, só trabalhando ou não estudando e nem trabalhando. Serão analisados fatores ligados ao local de moradia, características individuais dos jovens, tais como raça, sexo e idade, e familiares, tais como educação dos pais e renda familiar per capta e como cada uma dessas variáveis exerce influência sobre as escolhas dos jovens das aglomerações urbanas do Rio Grande do Sul. Para tanto, serão utilizados os microdados amostrais dos Censos Demográficos de 2000 e 2010 do IBGE, através dos quais serão construídas as variáveis dependente e independentes que constituirão a análise estatística via modelos de regressão logística multinomial. Os resultados das influências dos fatores ligados ao local de moradia apontaram que residir longe do centro, em 2000, dificultava o ingresso no mercado de trabalho para o jovem de Porto Alegre, enquanto em 2010 aumenta suas chances de estudar e de trabalhar e quanto mais elevado é o nível socioeconômico da vizinhança do jovem, maiores são suas chances de apenas estudar e menores suas chances de só trabalhar. O estudo também constatou que o jovem ser filho ou enteado do chefe domiciliar aumenta significativamente suas chances de estudar e reduz bastante suas chances de dedicarem-se exclusivamente ao trabalho; quanto mais elevada a idade do jovem, maiores suas chances de trabalhar e menores de só estudar, consequência da transição natural do jovem da escola para o mercado de trabalho; o jovem ser do sexo masculino aumenta suas chances de trabalhar; quanto mais elevada a renda domiciliar per capita do jovem, menores são suas chances de não estudar nem trabalhar; quanto mais anos de estudo o chefe domiciliar possuir, maiores as chances do jovem estudar; quanto mais crianças no domicílio do jovem, maiores são suas chances de não trabalhar nem estudar e quanto mais elevado o grupo de categoria sócio-ocupacional do chefe domiciliar, maiores são as chances do jovem estudar.
Abstract In recent decades numerous studies have been made about the influence of the place of residence on the well-being of people, the so-called "neighborhood effect." This work aims to analyze the main factors influencing the gauchos youth 15 to 24 years to stay just studying, studying and working, just working or no studying and neither working. We will analyze factors related to place of residence, individual characteristics of young people, such as race, gender and age, and family, such as parental education and family income per capita and how each of these variables influences the choices of young agglomerations urban of Rio Grande do Sul. Therefore, the sample microdata from Demographic Censuses of 2000 and 2010 IBGE will be used, through which the dependent and independent variables that constitute the statistical analysis via multinomial logistic regression models will be built. The results of the influence of factors related to place of residence indicated that reside far from the center, in 2000, made it difficult to enter the labor market for young Porto Alegre, while in 2010 increases your chances of study and work and the higher It is the socioeconomic status of the neighborhood of the young, the greater your chances of just studying and lower your chances of just work. The study also found that young to be a child or stepchild of the household head significantly increases your chances of study and greatly reduces your chances to devote themselves exclusively to the work; the higher the age of the young, the greater your chances of work and under only studying result of the natural transition of the young from school to the labor market; the young being male increases your chances of working; the higher the household income per capita of the young, the lower your chances of not study or work; the more years of schooling the household head has, the more likely the young study; the more children in the household of the young, the greater your chances of not working or studying and the higher the socio-occupational category group head home, the greater the chances of the young study.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/132918
Arquivos Descrição Formato
000977307.pdf (3.717Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.