Repositório Digital

A- A A+

O boom de preços de commodities e a economia brasileira nos anos 2000

.

O boom de preços de commodities e a economia brasileira nos anos 2000

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O boom de preços de commodities e a economia brasileira nos anos 2000
Autor Black, Clarissa
Orientador Cunha, André Moreira
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Brasil
Commodities
Crescimento econômico
Desempenho
Exportação
História econômica
Preço
Recursos naturais
[en] Commodity prices
[en] Economic development
[en] Economic growth
[en] Natural resources
Resumo No período 2003-11, os preços internacionais de commodities tiveram significativa valorização em termos tanto nominais quanto reais, o que melhorou os termos de troca para os países exportadores líquidos desses produtos, entre eles o Brasil. Esse movimento esteve associado ao crescimento econômico mais robusto para esses países, se comparado com o período anterior ao boom de preços. Frente a essa conjuntura, o propósito que se pretende alcançar neste trabalho é verificar a relação entre o crescimento econômico brasileiro e a performance desses preços relativos nos anos 2000, por meio de seus possíveis canais de transmissão. Considera-se a existência de cinco possíveis canais: (a) efeito-preço nas exportações de commodities; (b) efeito-quantum nas exportações de manufaturados para outros países exportadores de commodities; (c) resultados no emprego; (d) a possibilidade de se elevarem as importações e, portanto, atender-se à demanda doméstica; e, por fim, (e) a elevação das receitas fiscais. O impacto no crescimento econômico depende, assim, da magnitude desses canais na economia e de o país aproveitar, ou não, essas oportunidades. Neste sentido, defende-se a possibilidade de usufruir desses estímulos externos para o desenvolvimento econômico, com o pressuposto da inexistência de uma maldição dos recursos naturais.
Abstract In the period 2003-2011, international commodity prices had significant appreciation both in nominal and real terms, which improved the terms of trade for net exporters of these products, including Brazil. This movement was associated with a more robust economic growth for these countries compared with the period before the price boom. Taking this situation into account, the aim of this paper is to investigate the relationship between Brazil's economic growth and the performance of these relative prices in the 2000s through its possible transmission channels. This study considers the existence of five possible channels: (a) price effect on the exports of commodities; (b) quantum-effect on manufactured exports to commodity-exporting countries; (c) employment outcomes; (d) the possibility of raising imports, thus stimulating domestic demand; and, finally (e) the increase in tax revenues. The impact on economic growth, therefore, depends on the magnitude of these channels in the country's economy and whether or not the country takes advantage of these opportunities. In this regard, called for the possibility of access to such external stimulation for productive diversification, with the assumption of the absence of a resource curse.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/132980
Arquivos Descrição Formato
000983405.pdf (1.420Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.