Repositório Digital

A- A A+

Gnaisses Piratini: magmatismo de 784 Ma no sudeste do Cinturão Dom Feliciano, RS

.

Gnaisses Piratini: magmatismo de 784 Ma no sudeste do Cinturão Dom Feliciano, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gnaisses Piratini: magmatismo de 784 Ma no sudeste do Cinturão Dom Feliciano, RS
Autor Tambara, Guilherme Baldissera
Orientador Koester, Edinei
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Cinturão Dom Feliciano
Geocronologia
Geoquímica
Gnaisses piratini
[en] Basement
[en] Dom Feliciano belt
[en] Geochemistry
[en] Piratini Gneisses
[en] U-Pb SHRIMP geochronology
Resumo Este trabalho baseou-se no estudo de xenólitos de rochas metamórficas na região de Piratini e Pinheiro Machado, sudeste do Escudo Sul-rio-grandense. Partindo de estudos de campo, microscopia ótica, geoquímica de elementos maiores e traços e geocronologia U-Pb em zircão, essa associação de rochas gnáissicas, denominada de Gnaisses Piratini, apresenta uma composição intermediária a ácida, predominantemente granodiorítica a tonalítica, subalcalina cálcio-alcalina médio-K, peraluminosa a levemente metaluminosa. Estes dados, juntamente com sua idade magmática de 784 ± 4 Ma, leva esta associação a ser interpretada como originada em um ambiente de arco magmático continental, e metamorfisada em fácies anfibolito em torno de 664 a 688 Ma. Nesta dissertação é apresentado um estado da arte dos estudos publicados sobre os Gnaisses Piratini, além de considerações sobre a importância desta unidade como um embasamento de sua região. Após, é apresentado o artigo denominado “Geology of the Piratini Gneisses: medium-K calc-alkaline magmatism of 784 ma (U-Pb SHRIMP) on the southeastern of Dom Feliciano Belt, RS”, submetido para publicação no periódico Brazilian Journal of Geology, onde são descritos os dados e interpretações obtidos sobre os Gnaisses Piratini.
Abstract This work has based on the study of xenoliths of metamorphic rocks in the region of Piratini and Pinheiro Machado, southeastern Sul-rio-grandense Shield. Through field studies, optical microscopy, geochemistry of major and trace elements and U-Pb zircon geochronology, this association of gneissic rocks, named Piratini Gneisses, features an intermediate to felsic composition, predominantly granodioritic to tonalitic, medium-K calc-alkaline subalkaline, peraluminous to slightly metaluminous. These data, together with the magmatic age of 784 ± 4 Ma lead this rock association to be originated on an active magmatic arc environment, and metamorphosed at around 664 to 688 Ma in amphibolite facies. This dissertation presents a state-of-the-art of studies published about Piratini Gneisses, in addition to considerations about the importance of this unit as a basement of your region. After, it is featured the article entitled “Geology of the Piratini Gneisses: medium-K calc-alkaline magmatism of 784 ma (U-Pb SHRIMP) on the southeastern of Dom Feliciano Belt, RS”, submitted for publication in the “Brazilian Journal of Geology”, where are described the data and interpretations obtained on the Piratini Gneisses.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/133657
Arquivos Descrição Formato
000985401.pdf (5.000Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.