Repositório Digital

A- A A+

Vídeo e gênero : a (in)visibilidade das questões de gênero em sala de aula

.

Vídeo e gênero : a (in)visibilidade das questões de gênero em sala de aula

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vídeo e gênero : a (in)visibilidade das questões de gênero em sala de aula
Outro título Video and gender : the (in) visibility of gender issues in the classroom
Autor Lacerda, Aline de Almeida
Orientador Geller, Marlise
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos Interdisciplinares em Novas Tecnologias da Educação. Especialização em Mídias na Educação.
Assunto Gênero
Mídia
Sala de aula
Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs)
Vídeo
[en] Change
[en] Education
[en] Gender
[en] Media
[en] Society
[en] Visibility
Resumo As mídias influenciam as pessoas no modo de viver, agir e pensar o mundo. A cada exposição, interpreta-se e absorve-se o que está sendo transmitido mesmo que nenhuma palavra seja dita. Mas será que este processo pode ser percebido? Será que se pode identificar o exato momento em que as influências atingem o receptor, que passa a pensar de acordo com o que vê e escuta? Esta pesquisa tem o objetivo de documentar e evidenciar estas influências demonstrando, através da revisão de literatura e de um estudo de caso, como este processo de alienação ocorre e como pode ser contraposto através do uso do vídeo e veiculações midiáticas na sala de aula, sob a orientação e supervisão do professor. O tema escolhido se refere às relações de gênero, pois este é um grande exemplo de assunto invisibilizado, marginalizado e de baixa representatividade na mídia, criando tabus capazes de regular, normatizar e coibir os jovens de se desenvolverem naturalmente com liberdade de serem e agirem com suas mentes e corpos da forma com que gostariam. O trabalho orientado com o vídeo em aula busca trazer uma luz a este assunto, diminuindo as resistências na aceitação das diferentes expressões de gênero e proporcionando uma análise reflexiva das mídias excludentes e parciais presentes no dia-a-dia.
Abstract The media influence people in the way of living, acting and thinking the world. Every exhibition is interpreted and absorbed in the way it is being transmitted even if no words are spoken. But can this process be perceived? Can we pinpoint the exact moment when the influences reach the receiver, making him think according to what was seen and heard? This research intends to document and demonstrate these influences showing through the literature review and case study how this alienation process occurs and how it can be countered through the use of video and media placements in the classroom, under the guidance and supervision of the teacher. The theme relates to gender relations, as this is a great example of subject made invisible, marginalized and with low representation in the media, creating taboos which can regulate and deter young people to develop naturally with freedom, to be and to act with their minds and bodies as they would wish to. The oriented work with the video in class seeks to bring a light to this subject, decreasing the resistance in the acceptance of different expressions of gender and providing a reflective analysis of exclusive and partial media present in our daily lifes.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/134425
Arquivos Descrição Formato
000985545.pdf (630.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.