Repositório Digital

A- A A+

A model-driven design-space exploration tool for the HIPAO 2 methodology

.

A model-driven design-space exploration tool for the HIPAO 2 methodology

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A model-driven design-space exploration tool for the HIPAO 2 methodology
Outro título Ferramenta de exploração de espaço de projeto baseada em modelos para a metodologia HIPAO2
Autor Lerm, Rafael Andréas Raffi
Orientador Pereira, Carlos Eduardo
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Programa de Pós-Graduação em Computação.
Assunto Desenvolvimento : Software
Microeletronica
[en] Design-space exploration
[en] Metaheuristic optimization
[en] Model-driven engineering
[en] System optimization
[en] UML
Abstract Designers of today’s embedded systems are faced with increasing complexity both in the applications being developed and the platforms they run on. The use of complex platforms means that the engineers need to make non-trivial and many times non-intuitive decisions during the design phase. To help developers work with this complexity, model-driven techniques are gaining attention, and in this context, the HIPAO2 model-driven engineering methodology is being developed at UFRGS. Among the problems that designers must solve, the task-to-processor mapping in heterogeneous multiprocessor systems is an NP-complete problem and the design space will quickly become too large to be explored adequately by humans. This work details the extension of the tools that support HIPAO2 to include semiautomatic Design-Space Exploration capabilities for the mapping problem. The proposed tool includes the use of a multiobjective genetic algorithm to make tradeoffs explicit to the designers; it also uses synchronous dataflow analysis algorithms to evaluate potential alternatives with a reasonable computational cost.
Resumo Hoje em dia, desenvolvedores de sistemas embarcados enfrentam uma crescente complexidade de projeto, tanto nas aplicações quanto nas plataformas usadas para executá-las. O uso de plataformas complexas faz com que os engenheiros precisem fazer escolhas não-triviais, e muitas vezes contra-intuitivas durante a fase de projeto. Para permitir que os projetistas gerenciem esta complexidade, o uso de metodologias baseadas em modelos tem atraído atenção, e dentro deste contexto, a metodologia HIPAO2 está sendo desenvolvida dentro da UFRGS. Dentre os problemas que os engenheiros precisam enfrentar, o mapeamento entre tarefas e processadores em sistemas multiprocessados heterogêneos é um problema NP-completo, onde o espaço de projeto rapidamente se torna grande demais para que seja explorado satisfatoriamente de maneira manual. Este trabalho detalha a extensão das ferramentas que suportam a metodologia HIPAO2, de maneira a incluir facilidades de Exploração de Espaço de Projeto semi-automática para a solução deste problema. A ferramenta proposta faz uso de um algoritmo genético multiobjetivo para evidenciar tradeoffs existentes no projeto, e algoritmos de análise de aplicações modeladas como synchronous dataflow para avaliar possíveis mapeamentos sem um custo computacional proibitivo.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/134477
Arquivos Descrição Formato
000988348.pdf (2.049Mb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.