Repositório Digital

A- A A+

Extensão universitária e formação política na universidade pública : o caso Projeto Rondon na UFRGS e na UDESC

.

Extensão universitária e formação política na universidade pública : o caso Projeto Rondon na UFRGS e na UDESC

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Extensão universitária e formação política na universidade pública : o caso Projeto Rondon na UFRGS e na UDESC
Autor Castro, Aline Tamires Kroetz Ayres
Orientador Genro, Maria Elly Herz
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Extensão universitária
Formação política
Projeto Rondon
Universidade pública
[en] Political education
[en] Public university
[en] Rondon project
[en] University extension
Resumo Esta pesquisa se dedica a investigar possíveis contribuições do Projeto Rondon, enquanto atividade de extensão universitária, para pensar a formação política dos estudantes na universidade pública. Refletir sobre o tema tem significativa relevância na atualidade, momento em que o modelo econômico neoliberal demonstra sua força, trazendo consequências que enfraquecem a constituição dos sujeitos políticos, capazes de pensar e contribuir com as questões coletivas que permeiam a esfera pública. Nesse sentido, com aporte teórico de Boaventura de Sousa Santos, Hannah Arendt, Antônio Joaquim Severino, José Dias Sobrinho, Enrique Dussel, dentre outros, tensionam-se modelos e práticas de formação universitária voltados à mera profissionalização e aquisição de habilidades técnicas, uma vez que as possibilidades de transformação social embasadas em alternativas contra-hegemônicas precisam valorizar uma formação ampliada, ética e politicamente comprometida. A pesquisa de abordagem qualitativa compreende um estudo de caso sobre o Projeto Rondon, sendo os dados produzidos por meio de entrevistas semiestruturadas com estudantes e docentes rondonistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade do Estado de Santa Catarina, além de análise de documentos referentes ao Projeto Rondon e à Extensão Universitária. Estes foram trabalhados a partir da análise textual discursiva, que implica a identificação de unidades de sentido, seguida do processo de categorização, que reaproxima as unidades, buscando compor sentidos, e da posterior produção dos metatextos e dos textos interpretativos Os resultados elucidam possíveis contribuições da experiência do Projeto Rondon, enquanto atividade extensionista, para o processo de formação política dos estudantes, tais como a possibilidade de partilhar experiências com a sociedade, oferecendo a ela um retorno das aprendizagens proporcionadas pela universidade, entendida como bem público, a sensibilização para as diferentes realidades e problemáticas sociais, o aprimoramento da dimensão humana e a ampliação da formação acadêmica para além dos aspectos técnicos e profissionais, na medida em que se identifica o potencial interdisciplinar e dialógico da experiência e a possibilidade de relacionar teoria e prática a partir de uma práxis comprometida com a transformação social. Por outro lado, também se percebem fragilidades em relação à valorização da extensão universitária frente às demais funções da universidade, assim como na proposta do Projeto Rondon, como a descontinuidade das ações, a inexistência de um processo de avaliação participativa e o distanciamento entre a coordenação feita pelo Ministério da Defesa e as instituições de ensino, o que compromete o efetivo engajamento destas com o Projeto Rondon enquanto espaço de formação e comprometimento social. Portanto, de modo transitório, sempre inacabado, considera-se que a experiência extensionista do Projeto Rondon apresenta potencialidades e fragilidades para a constituição de sujeitos políticos, críticos, reflexivos e socialmente comprometidos com os processos de emancipação e valorização da dignidade humana.
Abstract This research is dedicated to investigating possible contributions of the Rondon Project, while a university extension activity, to think about the political education of students at the public university. To reflect on the topic has significant relevance today, at which time the neoliberal economic model demonstrates its strength, bringing consequences which weaken the constitution of political subjects, able to think and contribute to the collective issues that permeate the public sphere. In this sense, with theoretical support from Boaventura de Sousa Santos, Hannah Arendt, Antônio Joaquim Severino, José Dias Sobrinho, Enrique Dussel, among others, university education models and practices aimed at mere professionalization and acquisition of technical skills are tensed up, as the possibilities of social transformation based on counter-hegemonic alternatives need to value an ethically and politically committed, enlarged training. The qualitative research includes a case study on the Rondon Project and the data produced through semi-structured interviews with students and teachers of the Federal University of Rio Grande do Sul and the University of the Santa Catarina State who participated in the project, as well as analysis of documents related to the Rondon Project and to University Extension These were studied from the discursive textual analysis perspective, which implies the identification of meaning units, followed by the categorization process that reconnects the units seeking to build meanings and the subsequent production of metatexts and interpretative texts. The results shed light on possible contributions of the experience of the Rondon Project while an extension activity for the political education process of students, such as the possibility to share experiences with society, offering it a return of the learning provided by the university, understood as a public asset, the awareness of different realities and social issues, the improvement of the human dimension and the expansion of academic education beyond the technical and professional aspects, in that it is identified that there are an interdisciplinary and dialogic potential in the experience and a possibility to link theory to practice from a praxis committed to social transformation. On the other hand, weaknesses are also perceived regarding the appreciation of extension university in relation to other university activities, as well as regarding the proposal of the Rondon Project itself, in face of the discontinuity of the initiatives, the lack of a participatory evaluation process and the gap between the coordination by the Ministry of Defense and the educational institutions, which undermines the effective engagement of these with the Rondon Project as an area of training and social commitment. Therefore, on a transient mode, always unfinished, it is considered that the extension experience of the Rondon Project has strengths and weaknesses on forming subjects that are political, critical, reflective and socially committed to the processes of emancipation and enhancement of human dignity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/134809
Arquivos Descrição Formato
000987735.pdf (1.234Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.