Repositório Digital

A- A A+

Miringotomia pelo método de microeletrocautério por radiofreqüência associado à mitomicina C em modelo animal

.

Miringotomia pelo método de microeletrocautério por radiofreqüência associado à mitomicina C em modelo animal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Miringotomia pelo método de microeletrocautério por radiofreqüência associado à mitomicina C em modelo animal
Autor Faccini, Vanessa Chisté Guimarães
Orientador Lavinsky, Luiz
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Cirurgia.
Assunto Ablação por cateter
Mitomicina
Modelos animais de doenças
Otite média com derrame
Ventilação da orelha média
[en] Mitomycin C
[en] Myringotomy
[en] Radiofrequency
Resumo Introdução: Este presente estudo tem como objetivo descrever uma técnica cirúrgica alternativa à inserção do tubo de ventilação na membrana timpânica: a miringotomia por radiofreqüência isolada e associada à mitomicina C. Ressaltando-se, então, a importância de um método cirúrgico que proporcione uma execução mais simples, sem necessidade de anestesia geral, e não sujeito às complicações vinculadas ao tubo de ventilação. Método: Estudo experimental randomizado e comparado, em ratos da linhagem Wistar. Foram comparadas as técnicas de miringotomia por microlanceta e por microeletrocautério por radiofreqüência (ponteira 0,3 mm e 0,7 mm) isolada e associada à mitomicina C, considerando o tempo de fechamento timpânico. Resultados: Houve uma diferença estatisticamente significante entre a miringotomia por radiofreqüência e por microlanceta. Ao analisar a técnica por radiofreqüência com ponteira 0,7 mm associada à mitomicina C (teste de Wilcoxon), o P encontrado foi menor que 0,001, demonstrando uma significância estatística. O tempo máximo de fechamento foi de 44 dias e a mediana encontrada foi de 14 dias. Conclusão: A miringotomia por radiofreqüência apresenta uma patência mais prologada que a microlanceta. Ao associar a técnica de radiofreqüência com ponteira de maior diâmetro (0,7 mm) à mitomicina C há uma otimização no tempo de cicatrização da miringotomia.
Abstract Introduction. The present study describes the myringotomy by radiofrequency, isolated or associated to mitomycin C, an alternative surgical technique to the insertion of a ventilation tube through the tympanic membrane, and emphasizes the value of this easier surgical procedure requiring no general anesthesia and avoiding the complications that can occur with the ventilation tube. Method. Randomized and compared study in Wistar rats. The time elapsed for tympanic membrane recovery was compared between the myringotomy with microlancet and the myringotomy by radiofrequency (0.3mm and 0.7mm tip) isolated or associated to mitomycin C. Results. There was a statistically significant difference between the procedures. Analysis (Wilcoxon Test) of the myringotomy with 0.7mm tip radiofrequency associated to mitomycin C revealed P <0,001. The longest time for membrane recovery was 44 days with a mean of 14 days. Conclusion. Myringotomy by radiofrequency lasts longer than myringotomy with microlancet. The association of the radiofrequency with 0.7mm tip to mitomycin C enhances the patency of the myringotomy.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13675
Arquivos Descrição Formato
000647269.pdf (249.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.