Repositório Digital

A- A A+

Autossuficiência hídrica : análise de viabilidade técnico-econômica para desenvolvimento de projetos net zero água

.

Autossuficiência hídrica : análise de viabilidade técnico-econômica para desenvolvimento de projetos net zero água

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Autossuficiência hídrica : análise de viabilidade técnico-econômica para desenvolvimento de projetos net zero água
Autor Michel, Martin Santos
Orientador Mendes, Carlos André Bulhões
Co-orientador Gallo, João Vitor
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Com o passar das últimas décadas, observou-se uma mudança significativa no cenário urbano moderno e hoje se percebe que o modelo tradicional de infraestrutura hidráulica centralizado não é mais capaz de atender as necessidades de uma demanda crescente de maneira sustentável. Neste cenário, ideais de descentralização e operação integrada de sistemas começam a ganhar força como alternativas para concepção de um novo modelo de gestão hídrica urbana. Na busca por um novo padrão de gestão, desenvolveu-se um conceito inovador que prima pela eficiência de sistemas e pelo desenvolvimento sustentável: o critério net zero água. O critério net zero propõe a descentralização da infraestrutura hidráulica a partir da construção de edificações hidricamente autossuficientes. Frente a esta proposta, este estudo analisa a viabilidade técnica e econômica da construção de edificações desta natureza dentro do padrão construtivo brasileiro a partir de um estudo de caso. Para tal, foram efetuados cálculos de balanço hídrico de forma a verificar a capacidade do edifício estudado em abastecer suas demandas de projeto através de fontes de água alternativas à rede pública. O estudo de caso mostrou-se capaz de suprir 100% de suas necessidades hídricas utilizando apenas água pluvial (41% do abastecimento) e reuso de efluente sanitário (59% do abastecimento), atestando de fato sua condição de autossuficiência. Ademais, verificou-se que a edificação estudada apresenta uma redução comparativa de demanda de 61,50% em relação a um edifício padrão de mercado, oriunda da implantação de medidas de conservação de água. A partir da redução comparativa, avaliou-se a viabilidade econômica do empreendimento através de um cálculo de payback, obtendo-se uma estimativa de 7 anos como período de retorno do investimento. Mediante as limitações balizadas pelo escopo de análise proposto no estudo, recomendou-se que, caso esta pesquisa seja levada adiante, a qualidade dos dados de entrada e saída do cálculo de balanço hídrico seja aprimorada a partir da incorporação de mais grupos de demanda e abastecimento à análise técnica. Ademais, sugere-se também a análise de impacto ambiental e econômico promovido pela descentralização da infraestrutura hidráulica como tema de pesquisa futura a partir dos conceitos apresentados neste trabalho.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/138266
Arquivos Descrição Formato
000989447.pdf (16.30Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.