Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de metodologia analítica para determinação de cloretos em biodiesel por titulação potenciométrica

.

Desenvolvimento de metodologia analítica para determinação de cloretos em biodiesel por titulação potenciométrica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de metodologia analítica para determinação de cloretos em biodiesel por titulação potenciométrica
Autor Santos, Bruna Dinarte dos
Orientador Moraes, Diogo Pompéu de
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Química. Curso de Química Industrial.
Assunto Biodiesel
Cloretos
Resumo Pioneiro no uso de biocombustíveis, o Brasil está entre os maiores produtores e consumidores de biodiesel do mundo. Para a comercialização de um produto de qualidade, uma série de especificações físico-químicas, estabelecidas pela ANP e contidas no Regulamento Técnico nº 3/2014, devem ser atendidas, como por exemplo, a concentração de íons como enxofre, sódio, potássio, cálcio, magnésio e fósforo. No entanto, a concentração de cloretos no biodiesel ainda não é considerada um parâmetro de qualidade na sua especificação. Sua determinação é de grande importância, visto que este ânion pode estar presente tanto na matéria-prima quanto ser inserido por meio da etapa de lavagem durante o processo de produção do biocombustível. Com isso, podem ocorrer problemas como a corrosão do tanque de combustível e do sistema de injeção de veículos. Neste contexto, foi proposta uma metodologia analítica para a determinação de íons cloreto em amostras de biodiesel por meio da titulação potenciométrica, posteriormente à uma etapa de extração líquido-líquido assistida por ultrassom. Esta metodologia foi avaliada por meio de parâmetros de validação como repetibilidade, precisão intermediária e exatidão, bem como investigou-se a menor quantidade de analito detectável pelo método. Por fim, comparou-se com os resultados obtidos por titulometria de precipitação clássica (método de Mohr) e avaliou-se os efeitos da adição de ácido nítrico anteriormente à etapa de determinação do analito. Os ensaios de validação apresentaram resultados satisfatórios, com coeficientes de variação adequados, recuperações quantitativas e similares aos dos encontrados no método de Mohr. Os resultados obtidos nos testes de adição de HNO3 indicaram uma diferença estatística significante (p<0,05) entre as médias dos percentuais de recuperação do método modificado (com adição de ácido) e do método não modificado, em um nível de confiança de 95%.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/139118
Arquivos Descrição Formato
000987474.pdf (1.056Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.