Repositório Digital

A- A A+

Atividade antibacteriana in vitro de inflorescências de Achyrocline satureoides (Lam.) DC. - Asteraceae - ("macela", "marcela") como fator de proteção em zooneses

.

Atividade antibacteriana in vitro de inflorescências de Achyrocline satureoides (Lam.) DC. - Asteraceae - ("macela", "marcela") como fator de proteção em zooneses

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Atividade antibacteriana in vitro de inflorescências de Achyrocline satureoides (Lam.) DC. - Asteraceae - ("macela", "marcela") como fator de proteção em zooneses
Autor Mota, Fabiely Machado
Orientador Wiest, Jose Maria
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Plantas medicinais : Atividade antibacteriana
Plantas medicinais : Uso terapêutico
[en] Achyrocline satureioides
[en] Antibacterial activity
[en] Bacterial inativation
[en] Bacterial inhibition
Resumo Através de Testes de Diluição em Sistema de Tubos Múltiplos determinou-se in vitro atividade antibacteriana em inflorescências de Achyrocline satureioides (Lam.) DC. – Asteraceae (“macela”, “marcela”), expressa como Intensidade de Atividade de Inibição Bacteriana (IINIB / bacteriostasia) e Intensidade de Atividade de Inativação Bacteriana (IINAB / bactericidia), a partir de formas de extração etanólica (hidroalcoolaturas) e hídrica (decoctos), sobre inóculos padronizados de Enterococcus faecalis (ATCC 19433), Staphylococcus aureus (ATCC 25923), Escherichia coli (ATCC 11229) e Salmonella Enteritidis (ATCC 11076). Enterococcus faecalis apresentou a maior sensibilidade, seguido por Staphylococcus aureus, enquanto Salmonella Enteritidis e Escherichia coli apresentaram-se mais resistentes. Dentre as formas de extração, a hidroalcoolatura apresentou capacidade de inibição e/ou inativação intensa e seletiva frente aos quatro inóculos bacterianos. Os decoctos mostraram-se completamente ineficazes frente às bactérias Gram-negativas, enquanto que as Gram-positivas apresentaram somente bacteriostasia/inibição.
Abstract Dilutions Tests in Multiple Tubes System were used to establish the antibacterial activity “in vitro” of inflorescences of Achyroclines satureioides (Lam.) DC. – Asteraceae – (“macela”, “marcela”), from ethanolic extracts (hydroalcoholics) and hydrics (decoction) on pattern baterial suspension such as Enterococcus faecalis (ATCC 19433), Staphylococcus aureus (ATCC 25923), Escherichia coli (ATCC 11229) and Salmonella Enteritidis (ATCC 11076) expressed as Intensity Activity of Bacterial Inhibition (IINIB) and Intensity Activity of Bacterial Inativation (IINAB). The mentioned extract showed to be more sensibility with Enterococcus faecalis, followed by Staphylococcus aureus, however Salmonella Enteritidis and Escherichia coli showed to be more resistent. Behind the extraction forms, the hydroalcoholic extract presented intense and selective inhibition and / or inactivation capacity in relation of the four agents. However the hydroalcoholic extract presented better antibacterial activity intensity (inhibition / inativation) in relation of the four bacterial suspensions. Decoctions showed to be completely without capacity in front of the Gram-negatives bacterias, on the other hand the Gram-positive the bacteriostasy / inhibition were observed.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13942
Arquivos Descrição Formato
000655444.pdf (673.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.