Repositório Digital

A- A A+

Diretrizes para a realização de processo de benchmarking colaborativo visando à implementação de melhorias em empresas de construção civil

.

Diretrizes para a realização de processo de benchmarking colaborativo visando à implementação de melhorias em empresas de construção civil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diretrizes para a realização de processo de benchmarking colaborativo visando à implementação de melhorias em empresas de construção civil
Outro título Guidelines for the development of benchmarking collaborative process aiming the implementation of improvements in construction companies
Autor Costa, Dayana Bastos
Orientador Formoso, Carlos Torres
Data 2008
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.
Assunto Aprendizagem organizacional
Avaliação de desempenho
Benchmarking
Construção civil
[en] Benchmarking
[en] Knowledge management
[en] Learning networks
[en] Organisational learning
[en] Performance measurement
Resumo Diversos esforços vêm sendo realizados por parte do setor produtivo e da academia no sentido de estabelecer mecanismos inovadores que facilitem a incorporação da medição e comparação de desempenho ao processo de decisão das empresas de construção. Dentre estes esforços, destacamse as iniciativas internacionais para desenvolvimento de sistemas de indicadores para comparação de desempenho e clubes de benchmarking. Em particular, estes clubes podem ser considerados como arranjos colaborativos, que fornecem um meio em que organizações podem adquirir e compartilhar conhecimentos do ambiente externo visando à implementação de melhorias incrementais e inovadoras. Entretanto, ainda, são escassos os trabalhos que explicam as condições nas quais os arranjos colaborativos mostram-se eficazes, os seus efeitos em termos de implementação de melhorias e aprendizagem das empresas, e como as práticas compartilhadas ao longo do processo colaborativo são transformadas em novos conhecimentos em diferentes contextos organizacionais. O objetivo geral desta tese foi estabelecer um conjunto de diretrizes para a realização de processos de benchmarking colaborativo visando à implementação de melhorias nas empresas de construção civil. No presente trabalho, foi estudado o processo de aprendizagem colaborativa ocorrido na realização de um Clube de Benchmarking, formado um por um grupo de vinte empresas de construção. Buscou-se, através deste processo, o desenvolvimento conjunto de um sistema de medição para comparação de desempenho e, posteriormente, a troca de experiências e práticas relacionadas aos indicadores e processos gerenciais selecionados pelas empresas participantes. A estratégia de pesquisa utilizada foi a pesquisa-ação, sendo o estudo subdividido em quatro fases: preparação, estudo empírico, estudos complementares e análise final dos dados. O estudo empírico foi realizado em três etapas, sendo o foco da pesquisa refinado ao final de cada nova etapa. Os resultados foram analisados de acordo com duas unidades de análise: o Clube de Benchmarking, por meio do processo colaborativo, e as empresas, através da análise das trajetórias de colaboração e aprendizagem. Os resultados indicaram que o ambiente colaborativo cria oportunidades para as pessoas refletirem e abstraírem sobre os conhecimentos compartilhados, e que esta reflexão estimula as pessoas a implementar melhorias nas suas empresas. A implementação efetiva destas melhorias, por sua vez, depende de um conjunto de capacidades dos gerentes e das empresas participantes para absorver o conhecimento disponibilizado externamente, de modo a entender, disseminar, transformar e usar este novo conhecimento dentro da empresa. As principais contribuições desta tese estão relacionadas a: (a) proposição de uma estrutura de avaliação da eficácia do processo colaborativo em clubes de benchmarking; (b) compreensão do processo de aprendizagem nas empresas de construção induzido por um processo de benchmarking colaborativo; e (c) o estabelecimento de um conjunto de diretrizes para a realização de processos de benchmarking colaborativo, incluindo os requisitos necessários para o seu desenvolvimento, bem como as principais etapas e passos para a criação de novos grupos.
Abstract Several efforts have been developed by practitioner and academics in order to establish innovative mechanisms which facilitate the insertion of performance measurement and comparison in the construction companies decision process. One of these efforts refers to the international initiatives for the development of performance measurement benchmarking systems and benchmarking clubs. In particular, these clubs can be considered as collaborative groups, providing an environment in which companies can acquire and share knowledge from the external environment aiming to implement performance improvements. However, little is known about the conditions under which effective networking takes place and the real benefits achieved by organisations regarding to the implementation of improvements and learning. Besides this, there is a lack of understanding about how the shared practices in collaborative groups can be transformed into a new knowledge in different organizational contexts. The aim of this paper is to establish a set of guidelines for the development of a collaborative benchmarking process aiming the implementation of improvements in construction companies. Specifically, a learning collaborative process was investigated, which was developed in a Benchmarking Club, involving twenty construction companies from the State of Rio Grande do Sul-Brazil. Through this process, a performance measurement system for benchmarking was developed, and, afterwards, the exchange of experience and practice related to the measures and managerial processes, previously defined by these companies, was also developed. This study was carried out using an action research strategy, which was divided into four phased: preparation, empirical study, complementary study and final data analysis. The findings were analysed in two phases. Firstly, the three stages of the collaborative process in the Benchmarking Club were analysed, followed by the stories of collaboration and learning of four construction companies involved in the first two stages of this study. As main conclusions, this work identified that the collaborative environment created the opportunity for the construction managers to reflect and abstract about the shared knowledge. Also, this encouraged these managers to start the implementation of improvements in their companies. The level of these improvements were dependent on a set of individual and organisational abilities to absorb the shared knowledge aiming to understand, diffuse, transform and use this knowledge inside of the companies. The main contributions of this study are: (a) the proposition of a structure to evaluate the effectiveness of the collaborative process in benchmarking clubs; (b) the understanding of the learning process in the construction companies due to the collaborative process; and (c) the establishment of a set of guidelines for the development of a collaborative benchmarking process, including the necessary requirement for its development, as well as the main stages and steps to create new benchmarking groups.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/13945
Arquivos Descrição Formato
000656787.pdf (2.481Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.