Repositório Digital

A- A A+

Impacto da estratégia de tratamento baseado em metas em pacientes com artrite reumatóide estabelecida : estudo de coorte prospectiva

.

Impacto da estratégia de tratamento baseado em metas em pacientes com artrite reumatóide estabelecida : estudo de coorte prospectiva

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impacto da estratégia de tratamento baseado em metas em pacientes com artrite reumatóide estabelecida : estudo de coorte prospectiva
Autor Andrade, Nicole Pamplona Bueno de
Orientador Brenol, Claiton Viegas
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Artrite reumatóide
Estudos de coortes
[en] Cohort study
[en] Established rheumatoid arthritis
[en] Rheumatoid arthritis
[en] Treat to target
Resumo Introdução: A estratégia de tratamento baseado em metas tem sido extensamente estudada em pacientes com AR inicial. No entanto, estudos sobre os benefícios de longo prazo do controle de atividade de doença em pacientes com AR estabelecida ainda são escassos. Objetivo: Avaliar a efetividade de longo prazo da estratégia de tratamento baseado em metas em pacientes com artrite reumatoide estabelecida na prática diária. Métodos: Pacientes com AR, previamente tratados de forma convencional, iniciaram estratégia de tratamento baseado em metas, sendo incluídos de março de 2005 a fevereiro de 2007 e acompanhados até dezembro de 2014. Os pacientes eram avaliados a cada 3 meses até remissão ou baixa atividade de doença serem alcançadas, e após a cada 6 meses. O tratamento seguiu um escalonamento de acordo com as recomendações vigentes. A atividade de doença foi mensurada através do DAS28 e do CDAI e a capacidade funcional, através do HAQ-DI. As informações foram extraídas pela revisão de formulários e de tabelas padronizadas. Variações na atividade de doença e na capacidade funcional foram comparadas pelo teste de Wilcoxon e Equações de Estimativas Generalizadas (GEE) A mortalidade foi avaliada através da curva de Kaplan-Meier. Resultados: Duzentos e vinte e nove pacientes foram incluídos, com duração média de doença 10,6±7,4 anos. Dentre os pacientes em moderada e alta atividade de doença no início da coorte, houve significativa redução do DAS28 (4,6±0,1 vs. 3,1±0,1; p<0,001) e do CDAI (21,2±1,0 vs. 7,9±0,7; p<0,001). Também houve redução do HAQ-DI (1,3±0,05 vs 1,0±0,1; p<0,001). A proporção de pacientes em remissão ou em baixa atividade de doença aumentou de 20% para 62% pelo DAS28. Com a estratégia de tratamento baseado em metas, houve um aumento na proporção de pacientes em uso de biológico para 30%. A taxa de mortalidade foi de 24,2 por 1000 pacientes-ano, discretamente superior à descrita na literatura. Conclusão: A estratégia de tratamento baseado em metas com objetivo de remissão e de baixa atividade de doença é efetivo em pacientes com AR estabelecida.
Abstract Introduction: Treating RA to a target has become a landmark strategy to be pursued in every patient. Nonetheless, few studies have addressed the true long-term impact of a T2T strategy in a real-world setting with established RA patients. Objective. To examine the long-term effectiveness of a treat-to-target (T2T) strategy in patients with established rheumatoid arthritis (RA) in daily practice. Methods. Patients with RA who were previously given the standard of care were started on a T2T strategy between March 2005 and February 2007 and followed through December 2014. Participants were seen every 3 months until remission/low disease activity was achieved and every 6 months thereafter. Treatment escalation followed a step-up strategy, according to national recommendations. Disease activity was measured by the DAS28 score and Clinical Disease Activity Index (CDAI), and physical function by the Health Assessment Questionnaire (HAQ). Data were extracted with standardized forms and a chart review. Changes in disease activity and physical function were compared using Wilcoxon’s test and generalized estimating equations. Mortality was analyzed using a Kaplan–Meier survival curve. Results. Two hundred and twenty-nine patients were included, with a mean (S.D.) disease duration of 10.6 (7.4) years. Significant reductions were observed in DAS28 (4.6±0.1 vs. 3.1±0.1; p<0.001), CDAI (21.2±1.0 vs. 7.9±0.7; p<0.001), and HAQ (1.3±0.05 vs 1.0±0.1; p<0.001) scores. The proportion of participants in remission/with low disease activity according to DAS28 increased from 20% to 62%. During implementation of the T2T strategy, a gradual increase in the proportion of participants using biologics was observed, to nearly 30%. The mortality rate was 24.2 per 1000 patient-years, slightly higher than that reported in other cohorts. Conclusion. A treat-to-target strategy aiming for remission or low disease activity is effective in patients with established RA.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/139976
Arquivos Descrição Formato
000985701.pdf (630.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.