Repositório Digital

A- A A+

O Brasil e o "brasileiro" em O primo Basílio : análise sobre Basílio de Brito

.

O Brasil e o "brasileiro" em O primo Basílio : análise sobre Basílio de Brito

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O Brasil e o "brasileiro" em O primo Basílio : análise sobre Basílio de Brito
Autor Razera, Gisélle
Orientador Zilberman, Regina
Co-orientador Ribeiro, Maria Aparecida
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Brasileiros
Escravidão
Literatura
Queiroz, Eça de, 1845-1900. O primo Basílio : Crítica e interpretação
[en] Grandet, Eugénie
[en] Portuguese emigration
[en] Remainder
[en] White slavery
[en] “Brazilian”
Resumo Esta tese é resultado de um estudo sobre O Primo Basílio (1978) que estabelece a composição da personagem Basílio de Brito como centro da investigação. A leitura deste romance evidencia uma série de lacunas e, no intuito de preencher as mais ligadas a Basílio, buscou-se resgatar o panorama histórico de onde Eça de Queirós colheu informações para dar movimento à trama em que essa figura atua, efetuando-se, assim, uma engenharia reversa. É premissa deste trabalho que o romance queirosiano de adultério – sem negligenciar o estatuto ficcional – contém informações que comunicam fatos da história de Portugal e do Brasil, as quais estão acomodadas em camada subjacente do texto devido ao afastamento temporal da época em que foi escrito. O ponto de partida das pesquisas aqui apresentadas foi um dado do romance sobre o qual não foram encontrados estudos: Basílio acumulou fortuna no Brasil no mercado de ações ligado aos negócios da borracha do alto Paraguai. A partir dessa informação, foram investigadas as condições econômicas luso-brasileiras da segunda metade do Oitocentos, incluindo um estudo detalhado sobre a emigração portuguesa para o Brasil e também sobre o imaginário de Eldorado associado à antiga América Portuguesa. Objetivou-se discutir as escolhas autorais de Eça de Queirós que o levaram a atribuir caracteres a Basílio não usuais na representação de outros torna-viagem (“brasileiros”) da dramaturgia e da literatura produzida em Portugal no século XIX. Essa discussão evidenciou que Basílio foi criado segundo um modelo de representação francês, uma vez que a abordagem de Eça de Queirós situa os dilemas socioeconômicos portugueses em um contexto mais abrangente, não limitado à histórica inter-relação entre Portugal e Brasil. Além disso, apresenta uma chave de leitura distanciada daquelas que costumam enquadrar a atuação de Basílio apenas como o pivô da ruína de um matrimônio burguês.
Abstract This thesis, which is the outcome of a study about the book O Primo Basílio (1978), centers its inquiry at the constitution of the character Basílio de Brito. The reading of this novel distinctly shows a series of gaps, and, in order to fill the ones closer to Basílio, it became paramount to research the historical background from which Eça de Queirós gathered the information to move forward the plot in which the character acts, thus, bringing about a reverse engineering. It is the premise of this work that Queirós´s novel of adultery – without neglecting the fictional statute - contains information that communicate historical facts about Portugal and Brazil, which are placed at the underlying level of the text, due to the chronological distancing at the time it has been written. The starting point of the presented researches has been a data from the novel about which no studies have been found: Basílio built a fortune in the Brazilian stock market of rubber at the upper Paraguay region. Starting with this information, the economic conditions of Portugal and Brazil during the second half of the 1800s were investigated, including a thorough study about Portuguese emigration to Brazil, and about the imaginary of Eldorado associated to the ancient Portuguese America. The goal was to discuss Eça´s writing choices that made him give Basílio unusual traits in the representation of other remainders – “Brazilians” – in Portuguese Drama and Literature of the 19th Century. This discussion made clear that Basílio was created in accordance with a French representation model, since Eça de Queirós´s approach places the Portuguese socioeconomic dilemmas in a broader context, not limited to the historical inter-relation between Portugal and Brazil. Besides, it opens a key for reading distanced from the ones that frame Basílio´s role solely as the pivot of the ruin of a bourgeois matrimony.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/140378
Arquivos Descrição Formato
000991098.pdf (1.659Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.