Repositório Digital

A- A A+

Perfil do correntista aplicador na Agência Bairro Boqueirão, em Passo Fundo, RS

.

Perfil do correntista aplicador na Agência Bairro Boqueirão, em Passo Fundo, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil do correntista aplicador na Agência Bairro Boqueirão, em Passo Fundo, RS
Autor Colussi, Vera Regina Grafitti
Orientador Luce, Fernando Bins
Data 2007
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão de Negócios Financeiros (a distância).
Assunto Banco do Brasil
Investimento financeiro
Satisfação do consumidor
Resumo O estudo trata do perfil do correntista aplicador da agência do bairro Boqueirão do Banco do Brasil, na cidade de Passo Fundo – RS. Pretende mostrar como as transformações sofridas na economia nos últimos anos refletem uma visão diferente do aplicador de alta renda, que prefere fazer aplicações nas quais não corra grandes riscos e possa ter uma boa rentabilidade. Na primeira parte do texto, apresenta-se um apanhado da história recente do Banco e dos produtos por ele oferecidos aos clientes. Na segunda, experimenta-se uma discussão teórica que propõe estabelecer o alcance do mercado de investimentos, quanto aos fundos de renda fixa e variável, ao valor oferecido ao cliente, aos conceitos e importância de valor, aos determinantes do valor entregue com o objetivo de conseguir a satisfação do cliente. Busca-se enfatizar a importância do atendimento geral, a padronização e a personalização dos serviços, para chegar à fidelização do cliente. A vasta publicidade focada no cliente é uma garantia de que as atitudes e acordos estão mudando no setor bancário. O número cada vez maior de clientes, que engloba também perfis distintos, levou o setor a prestar mais atenção ao cadastro e ao banco de dados que tem em mãos. O aumento da concorrência no segmento fez com que os bancos deixassem de lado as ações de massa para dar lugar à segmentação, prestando atenção ao período de vida do cliente na empresa e mantendo uma relação mais próxima a ele. Com relação aos resultados da pesquisa, pode-se dizer que a maioria dos entrevistados tem entre 41 e 49 anos, estando, portanto, na faixa de meia idade. Com base na amostra, pode-se dizer que a maioria dos clientes de alta renda é do sexo masculino. Com relação ao que consideram mais importante ao fazer uma aplicação em uma instituição financeira, a maioria cita a segurança, em detrimento da rentabilidade e liquidez. Quanto às aplicações que costumam fazer, a maioria dos clientes de alta renda do BB Boqueirão prefere aplicar em fundos de renda fixa. Sobre como conhecem o mercado financeiro, apesar da maioria responder que é através de leitura especializada, é importante ressaltar o número expressivo de clientes que dependem das informações dos funcionários do banco para tomar conhecimento do mercado financeiro. Quando se trata da disposição de correr riscos em uma aplicação, a maioria está disposta a correr ‘um pouco’ de risco, enquanto um número considerável não quer correr nenhum risco. Ao responderem se, com este cenário econômico de queda de juros, pretendem mudar/migrar para outro tipo de aplicação, a maioria diz que não trocaria o tipo de aplicação. Os poucos que responderam que mudariam, disseram esperar pela orientação do BB, ou optariam por ações e imóveis.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/142260
Arquivos Descrição Formato
000993099.pdf (168.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.