Repositório Digital

A- A A+

Grupo de pais da unidade de terapia intensiva pediátrica : percepção dos familiares

.

Grupo de pais da unidade de terapia intensiva pediátrica : percepção dos familiares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Grupo de pais da unidade de terapia intensiva pediátrica : percepção dos familiares
Autor Hillig, Mirna Guites
Ribeiro, Nair Regina Ritter
Resumo O Grupo de Pais da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) está inserido no Programa de Apoio à Família, do Serviço de Enfermagem Pediátrica. O objetivo do estudo é conhecer a percepção dos familiares das crianças hospitalizadas sobre o Grupo de Pais. O presente estudo é exploratório-descritivo com enfoque qualitativo e foi desenvolvido dentro do HCPA após aprovação da Comissão de Pesquisa da Escola de Enfermagem e do Comitê de Ética da instituição. A coleta de informações foi realizada no segundo semestre de 2008, por meio de entrevista semiestruturada com nove familiares que participavam do Grupo. Os dados foram trabalhados de acordo com a análise de conteúdo, que se constitui de pré-análise, exploração do material, tratamento dos resultados e interpretação. Emergiram duas categorias: “Falando do grupo”, que diz respeito à percepção do familiar sobre sua participação e a dinâmica da atividade, que possibilita liberdade de expressão, valorização da família e da equipe multidisciplinar e humanização; e “O grupo como espaço da família”, que aborda as possibilidades, facilidades, troca de experiências e outros aspectos da questão. A pesquisa proporcionou novas fontes de conhecimento, melhores intervenções, e novas ideias, fazendo a inter-relação entre a pesquisa e a prática do cuidado à criança e sua família.
Abstract The Parents Group of the Pediatric Intensive Care Unit (PICU) from the Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) takes part on the Family Support Program of the Pediatric Nursing Service. The objective of the study is to know the perception of the family members of hospitalized children regarding the Group of Parents. It is an exploratory and descriptive study with qualitative approach. It was developed within the HCPA after the approval of both the Nursing School Research Commission and the Ethics Commission of the institution. Data was collected in the second semester of 2008 through semi-structured interview with nine family members that participated in the Group. Data was analyzed through content analysis comprising pre-analysis, management of the material, treatment of the results and interpretation. Two categories have emerged: “Talking about the Group” regarding the perception of the family member on his participation and dynamics of the activity that provided freedom of expression, appreciation of the family and the multidisciplinary team, and humanization; yet, the “Group as a Space of the Family” which approaches possibilities, facilities, and exchange of experiences, among others. The research provided new sources of knowledge, possibility of better interventions, new ideas, making the inter-relation among the research and caregiving to the child and his/her family.
Resumen El Grupo de Padres de la Unidad de Cuidados Intensivos Pediátricos (UCIP) del Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) está insertado en el Programa de Apoyo a la Familia, del Servicio de Enfermería Pediátrica. El objetivo del estudio es conocer la percepción de los familiares de los niños hospitalizados acerca del Grupo de Padres. Se trata de un estudio exploratorio descriptivo con enfoque cualitativo y fue desarrollado en el HCPA tras aprobación de la Comisión de Investigación de la Escuela de Enfermería y del Comité de Ética de la institución. La recolección de las informaciones fue realizada en el segundo semestre de 2008, a través de entrevista semiestructurada con nueve familiares que participaban del Grupo. Los datos fueron trabajados de acuerdo con el análisis de contenido, que se constituye de pre-análisis, exploración del material, tratamiento de los resultados e interpretación. Emergieron dos categorías: “Hablando del Grupo”, que dice respecto a la percepción del familiar sobre su participación y la dinámica de la actividad, que posibilita libertad de expresión, valoración de la familia y del equipo multidisciplinario y humanización; y, “El Grupo como espacio de la familia”, que abarca las posibilidades, facilidades, cambios de experiencias y otros aspectos de la cuestión. La investigación propició nuevas fuentes de conocimiento, mejores intervenciones y nuevas ideas, haciendo la interrelación entre la investigación y la práctica del cuidado al niño y a su familia.
Contido em Ciência, cuidado e saúde. Maringá. Vol. 11, n. 1 (jan./mar. 2012), p. 58-65
Assunto Grupos de auto-ajuda
Unidades de terapia intensiva pediátrica
[en] Child hospitalized
[en] Interpersonal relations
[en] Pediatric nursing
[en] Self-help groups
[es] Enfermería pediátrica
[es] Grupos de autoayuda
[es] Niño hospitalizado
[es] Relaciones interpersonales
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/142470
Arquivos Descrição Formato
000869705.pdf (76.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.