Repositório Digital

A- A A+

Paternidade e constituição psíquica do bebê no contexto de depressão materna : uma avaliação através do instrumento IRDI

.

Paternidade e constituição psíquica do bebê no contexto de depressão materna : uma avaliação através do instrumento IRDI

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Paternidade e constituição psíquica do bebê no contexto de depressão materna : uma avaliação através do instrumento IRDI
Autor Trage, Fernanda Torzeczki
Orientador Silva, Milena da Rosa
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Infância e Família: avaliação, prevenção e intervenção.
Assunto Família
[en] Interaction
[en] Maternal depression
[en] The paternal function
Resumo Considerando que as relações com os primeiros cuidadores servem como modelo para as futuras relações e são a base fundante do psiquismo do bebê, as conseqüências da depressão materna pode estender-se para além da infância acarretando graves sintomas. Alguns estudos têm apontado que uma interação positiva entre o pai e o bebê poderia amenizar ou até mesmo compensar a falta de interação ou a interação insuficientemente boa entre a mãe e o bebê. Este estudo utilizou o instrumento Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil- IRDI para verificar a qualidade da interação mãe/bebê, pai/bebê de dois casos de mães com indicadores de depressão materna. Buscou, especialmente, verificar se o pai poderá suprir algumas demandas do bebê preservando a saúde emocional e psíquica do mesmo, assumindo – ao menos em parte – a função materna. Salienta-se a importância do apoio paterno nos cuidados diários do bebê, considerando-o como fonte de saúde emocional e psíquica, os cuidados dirigidos ao bebê tendem a atenuar os efeitos da falta de responsividade da mãe para o bebê, protegendo assim a saúde emocional da criança.
Abstract The first interactions between babies and adults serve as a model for future relations and are the founding basis of infants psyche. However, there are many cases of maternal depression whose consequences may extend beyond childhood causing severe symptoms as consequences. Some studies have shown positive interactions between a father and baby could mitigate or even compensate the lack of synergy or insufficiently good interaction between the mother and baby. This study used the Child Development Clinical Risk Indicators (IRDI) instrument in order to assess two cases regarding the quality of mother/baby, father/baby and parents/baby interactions involving mothers with depression indicators. Our aim is, especially, to know if the father can meet some toddlers demands preserving their emotional and mental health, as well as embracing - at least partly - the maternal role. We emphasize the importance of fathers´ support in everyday baby care, considering it as a source of emotional and mental health. Baby´s daily care tend to mitigate the effects from the lack of responsiveness from mother to baby, along with infant´s emotional health protection.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/143189
Arquivos Descrição Formato
000992373.pdf (88.16Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.