Repositório Digital

A- A A+

Diversidade de himenópteros parasitoides em uma área de arroz com produção orgânica e em uma unidade de conservação, na área de proteção ambiental Banhado Grande, Viamão, RS

.

Diversidade de himenópteros parasitoides em uma área de arroz com produção orgânica e em uma unidade de conservação, na área de proteção ambiental Banhado Grande, Viamão, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diversidade de himenópteros parasitoides em uma área de arroz com produção orgânica e em uma unidade de conservação, na área de proteção ambiental Banhado Grande, Viamão, RS
Outro título Diversity of hymenoptera parasitoids in organic rice field and in a conservation unit in a area of ambiental protection Banhado Grande, Viamão, RS, Brazil
Autor Silva, Gisele de Souza da
Orientador Jahnke, Simone Mundstock
Co-orientador Marodin, Gilmar Arduino Bettio
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Arroz
Controle biologico
Entomologia
Inseto
Parasito
Praga de planta
Resumo A diversificação dos ambientes agrícolas, de modo geral simplificados, possibilita a estabilização das comunidades de organismos associados a este, como por exemplo, os parasitoides que causam efeito direto sobre herbívoros pragas. Este trabalho teve como objetivo identificar, quantificar e comparar a diversidade das assembléias de parasitoides em um sistema cultivado de arroz irrigado com manejo orgânico e em uma Unidade de Conservação. O trabalho foi desenvolvido no Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pachecos (RBP) e no Cultivo de Arroz Orgânico (AO), ambos pertencentes à APA Banhado Grande, Viamão, RS. As coletas foram realizadas mensalmente de maio de 2011 a abril de 2012. Para a captura dos himenópteros parasitoides foram colocadas duas armadilhas Malaise e quatro armadilhas Moericke em cada área. A riqueza e a abundância de himenópteros parasitoides foram comparadas entre os tipos de armadilhas utilizados, entre áreas amostrais e diferentes estações do ano. Foram construídas curvas de suficiência amostral e estimadores de riqueza e calculados índices de diversidade. A composição de espécies (diversidade Beta) foi comparada entre as áreas e estações do ano usando análise de grupamento (UPGMA algorithm, Morisita). Na área AO foram coletados 203 himenópteros parasitoides, sendo identificados 95 morfoespécies, distribuídas em 19 famílias e no RBP foram coletados 430 indivíduos distribuídos em 203 morfoespécies e 20 famílias. Na área do RBP, as famílias mais abundantes foram Platygastridae, Ichenumonidae e Braconidae com abundância relativa de 30%, 21,40% e 11,40%, respectivamente, e na área do AO, Platygastridae (26,11%), Braconidae (18,23%) e Encyrtidae (15,27%). A armadilha Malaise capturou um maior número de himenópteros parasitoides, totalizando 58% da captura. Os estimadores de riqueza, Chao 1, Jack 1 e Bootstrap, apontaram uma riqueza de 229 a 122 espécies no AO e de 454 a 260 no RBP. A maior diversidade foi na área do RBP (p= 0,001). A abundância de parasitoides foi maior na área de arroz na época em que o cultivo encontrava-se disponível no local. As famílias Platygastridae e Braconidae, importantes inimigos naturais de pragas da agricultura, foram as que tiveram maior número de morfoespécies compartilhadas entre as áreas, indicando que a área de Reserva legal pode estar servindo como repositório natural de himenópteros parasitoides para a área de arroz orgânico.
Abstract The diversification of agricultural environments, generally simplified, enables the stabilization of associated organisms communities, for example, parasitoid Hymenoptera which causes direct effect on herbivorous pests. This study aimed to identify, quantify and compare the diversity of parasitoid assemblages on an irrigated rice system under organic management and in a Conservation Unit area. The study was developed in Wildlife Refuge Banhado dos Pachecos (RBP) and in organic rice fields (AO), both belonging to APA Banhado Grande, Viamão, RS. Specimens were collected monthly from May 2011 to April 2012. Two Malaise and four Moericke traps were used in each area. Richness and abundance of parasitoid Hymenoptera were compared between traps, sampling areas and year seasons. Sampling sufficiency curves were constructed and richness estimators and diversity indices calculated. Species composition (Beta diversity) was compared between areas and seasons by using cluster analyses (UPGMA algorithm, Morisita). In the AO area, 203 parasitoids were sampled, corresponding to 95 morphoespecies distributed in 19 families while 430 individuals were collected in the RBP area represented by 203 morphoespecies and 20 families. In the RBP area, Platygastridae, Ichneumonidae and Braconidae showed the highest abundance (30%, 21% and 11%, respectively), and in the AO area, the more important families were Platygastridae (26%), Braconidae (18%) and Encyrtidae (15%). Malaise trap captured the largest number of parasitoids, with 58% of the total insect sampled. Richness estimators Chao 1, Jack 1 and Bootstrap, pointed a richness of 229 to 122 especies in AO area and of 454 to 260 in RBP area. The highest diversity was observed in the RBP area (p=0.001). The abundance of parasitoids was more expressive in the AO area while rice were available in the field. The families Platygastridae and Braconidae, important natural enemies of agricultural pests, showed a greater number of morphoespecies shared between areas, indicating that the Legal Reserve could be acting as natural supply for parasitoids to the organic rice area.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143888
Arquivos Descrição Formato
000905571.pdf (1.720Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.