Repositório Digital

A- A A+

Osman Lins e a visualidade : a potencialização do limite e a subversão do perspectivismo no "retábulo de santa Joana Carolina"

.

Osman Lins e a visualidade : a potencialização do limite e a subversão do perspectivismo no "retábulo de santa Joana Carolina"

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Osman Lins e a visualidade : a potencialização do limite e a subversão do perspectivismo no "retábulo de santa Joana Carolina"
Autor Bittencourt, Rita Lenira de Freitas
Resumo Este artigo ocupa-se da narrativa "Retabulo -de Santa Joana Carolina", de Osman Lins, a partir dos aspectos plasticos, que remetem tanto ao sistema construtivo medieval quanto ao cubismo. Pelas escolhas formais, 0 escritor consolida a safda do regionalismo literario e produz uma ficr;ao com enfase no descentramento do olhar e na superposir;ao de pIanos, narrativos e visuais, que potencializam 0 "corte", ou seja, 0 proprio trar;ado do limite.
Abstract This essay develops a study about the Osman Lins' narrative "Retabulo de Santa Joana Carolina", considering its plastics characteristics, that allows a constructive medieval system as well as cubism. The writer, for his formal options, consolidates a way out of literary regionalism and produces a fiction identified by the emphasis on decentralism of the eye and superposition ofnarrative and visual planes, that gives power to the "cutting" line, that is the limit trace.
Contido em Outra travessia : revista de literatura. Florianópolis, SC. N. 4 (2005), p. 33-40
Assunto Modernidade
Pintura
[en] Literature
[en] Modernity
[en] Visual arts
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/144013
Arquivos Descrição Formato
000653393.pdf (4.756Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.