Repositório Digital

A- A A+

A adolescência generalizada como efeito do discurso do capitalista e da adultez erodida

.

A adolescência generalizada como efeito do discurso do capitalista e da adultez erodida

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A adolescência generalizada como efeito do discurso do capitalista e da adultez erodida
Outro título La adolescencia generalizada como efecto del discurso capitalista y de la vida adelta erosionada
Outro título The adolescence generalized as a effect of the capitalist discourse and of the adult form eroded
Autor Pereira, Marcelo Ricardo
Gurski, Rose
Resumo A noção de que vivemos em tempos de adolescência generalizada coloca em questão tanto o que diz respeito a formas contemporâneas do laço social quanto o conceito de adolescência em psicanálise para interpretá-las. As novas configurações produzem o empobrecimento do espaço público como sítio de construção de experiências. Destacamos como um dos efeitos de tal empobrecimento a disseminação do “discurso capitalista”, que não promove o laço social, ao contrário, promove uma ilusão de completude ao nivelar sujeito e objeto. Essa espécie de curto-circuito produzido pelas práticas da cultura leva também à idealização do lugar da adolescência como tempo sublime da existência, a ser eternizado, e que resulta em um paradoxo de difícil solução por parte do jovem para atravessá-lo. Se todos querem eternizar o lugar da juventude, quem vai ocupar o lugar do adulto na relação com os adolescentes?
Resumen La noción de que vivimos en tiempos de adolescencia generalizada plantea interrogantes tanto en lo relativo a las formas contemporáneas de lazos sociales como en el concepto de la adolescencia en el psicoanálisis para interpretarlos. Las nuevas configuraciones producen el empobrecimiento del espacio público como sitio de construcción de experiencia. Distinguimos como uno de los efectos de tal empobrecimiento la propagación del “discurso capitalista”, que no promueve el lazo social, por el contrario, promueve una ilusión de plenitud al nivelar el sujeto y el objeto. Este tipo de cortocircuito producido por las prácticas de la cultura también conduce a la idealización del lugar de la adolescencia como un tiempo sublime de la existencia, para ser eternizado, y que da lugar a una paradoja difícil de resolver por los jóvenes. Si todos quieren eternizar el lugar de la juventud, ¿quien tomará el lugar del adulto en la relación con los adolescentes?
Abstract The notion that we are living in a time of generalized adolescence brings into question both as regards contemporary forms of social ties and the concept of adolescence in psychoanalysis to interpret them. At the present, new configurations induce an impoverishment of the public space as a place for building experience. We highlight as an effect of such impoverishment the dissemination of the “capitalist discourse”. This does not promote social ties, but an illusion of completeness leveling subject and object. This kind of short circuit produced by cultural practices leads also to an idealization of the adolescence as a sublime time within existence, being eternalized, and that results in a paradox difficult to solve by the youth to cross it. If everyone wants to stay forever young, who will take the place of the adult in the relationship with teens?
Contido em Psicologia & Sociedade. São Paulo. Vol. 26, n.2 (maio/ago. 2014), p.376-383.
Assunto Adolescência
Capitalismo
Discurso
Laço social
Psicanálise do adolescente
[en] Adolescence
[en] Capitalist discourse
[en] Experience
[en] Social bond
[en] Time
[es] Adolescencia
[es] Discurso capitalista
[es] Experiencia
[es] Lazo social
[es] Tiempo
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/144310
Arquivos Descrição Formato
000985063.pdf (958.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.