Repositório Digital

A- A A+

Efeito da temperatura do escamoteador sobre o desempenho pré e pós-desmame de leitões

.

Efeito da temperatura do escamoteador sobre o desempenho pré e pós-desmame de leitões

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito da temperatura do escamoteador sobre o desempenho pré e pós-desmame de leitões
Outro título Effect of creep temperature on piglets pre and post weaning performance
Autor Gianluppi, Rafael Dal Forno
Orientador Kessler, Alexandre de Mello
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Desmame
Nutricao animal
Suíno
Temperatura do corpo
Resumo Um estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da temperatura do escamoteador sobre o desempenho pré e pós-desmame de leitões. Foram realizados dois experimentos, um no verão(temperatura média 22ºC) e outro no inverno (temperatura média 14ºC). Foram utilizadas 24 matrizes e suas respectivas leitegadas alojadas em uma sala com três linhas de gaiolas divididas em três tratamentos: Alta temperatura (AT), média temperatura (MT) e baixa temperatura (BT). Cada linha de gaiolas tinha um sistema independente de aquecimento assim manteve-se o tratamento AT com temperaturas de 28 e 30ºC durante o verão e o inverno respectivamente. A MT foi mantida a 26 e 25ºC no verão e no inverno e a BT com 24 e 20ºC no verão e no inverno, respectivamente. A partir dos dez dias de idade foi oferecido creep feed com 1% de óxido de cromo para os leitões. Nos dias 14, 17 e 21 foram coletadas amostras de fezes e feita a análise de coloração das mesmas, quando eram verdes era indicativo de que os animais haviam consumido ração. Animais que apresentaram fezes verdes nas três coletas eram considerados consumidores, animais que não haviam corado nenhuma vez foram considerados não consumidores. No final do período pré-desmame dez consumidores e dez não consumidores de cada tratamento foram selecionados para avaliar o desempenho pós-desmame. Os dados pré-desmame foram analisados por anova seguido de SNK a 5% e por regressão, o pós desmame foi analisado por anova e fatorial (tratamento x classificação). No pré desmame os animais da AT e da BT comeram 6 g a mais comparados com animais da MT no verão e 1,5 g no inverno no período de dez a 14 dias (p<0,01). No experimento de verão, ocorreu um menor porcentagem de consumidores na BT (13%) e no experimento de inverno na MT(14%). No pós desmame os animais consumidores consumiram 170 g mais que os não consumidores nos primeiros sete dias (p<0,05). No período total os animais da AT consumiram 40 g/dia a mais que os da MT (p<0,05). Os animais da AT ganharam aproximadamente 60 g/dia a mais que os da MT (p<0,05) nos primeiros sete dias e no período total. Conclui-se que a o consumo de ração dos dez aos 14 dias é afetado pela temperatura do escamoteador. Nos primeiros sete dias após o desmame os animais consumidores consumiram mais que os não consumidores.
Abstract A study was conducted to evaluate the creep temperature effect on the performance pre and post-weaning piglets. Two experiments were conducted, one in summer and one in winter (average temperature 22°C) (average temperature 14ºC). It ware used 24 mothers and their litters housed in a room with three rows of cages divided into three treatments: High temperature (HT) medium temperature (MT) and low temperature (LT). Each row of cages had an independent heating system thus remained HT treatment with temperatures of 28 and 30 ºC for the summer and winter respectively. The MT was maintained at 26 and 25°C in summer and winter and LT with 24 and 20°C in summer and winter, respectively. From the ten days it was offered creep feed with 1% chromium oxide for piglets. On 14, 17 and 21 stool samples were collected and made staining analysis of them, when they were green was indicative that the animals had consumed feed. Animals with green stools in the three collections were considered eaters, animals that no time had not stained were considered non eaters. At the end of the pre-weaning period ten eaters and ten non eaters from each treatment were selected to evaluate the post-weaning performance. The pre-weaning data were analyzed by ANOVA followed by SNK 5% and regression. After weaning was analyzed by ANOVA and factorial (treatment x classification). In the pre weaning animals from LT and HTe ate 6g more compared to animals of MT in summer and in winter 1.5g within ten to 14 days (p <0.01). In the summer experiment, there was a smaller percentage of consumers in LT (13%) and in the winter experiment in MT (14%). In postweaning, eaters consumed more than 170 g non-eaters in the first seven days (p <0.05). At total period, animals HT consumed 40g / day more than the MT (p <0.05). Animals HT gained about 60 g / day over the MT (p <0.05) in the first seven days and the total period. It is concluded that the feed intake of ten to 14 days is affected by creep temperature. In the first seven days after weaning eaters consumed more than no-eaters.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/144319
Arquivos Descrição Formato
000998684.pdf (1.922Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.