Repositório Digital

A- A A+

Geração automática de mapas esquemáticos para o transporte público da cidade de Porto Alegre

.

Geração automática de mapas esquemáticos para o transporte público da cidade de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Geração automática de mapas esquemáticos para o transporte público da cidade de Porto Alegre
Autor Cervo, Ricardo Antonio
Orientador Schnorr, Lucas Mello
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Curso de Ciência da Computação: Ênfase em Ciência da Computação: Bacharelado.
Assunto Informatica : Transportes
Mapas
[en] Bus routes
[en] GTFS
[en] Porto Alegre
[en] Public transportation
[en] Schematics maps
Resumo Em Porto Alegre ainda não existem mapas que mostram em uma disposição esquemática as informações sobre os trajetos do transporte público. Tais mapas são comuns em várias cidades europeias, asiáticas e norte-americanas. A disponibilidade de mapas esquemáticos é importante para cidades grandes, pois nesse tipo de mapa são exibidas apenas as informações mais relevantes sobre o sistema de transporte público urbano, tornando mais fácil a visualização dos trajetos das linhas de ônibus da cidade. Mapas esquemáticos podem ser impressos e fixados em paradas de ônibus, dentro dos ônibus, e em diversos locais pela cidade, tornando assim mais democrático o acesso a essas informações. Hoje ainda não existe uma ferramenta que permita a geração automática desse tipo de mapa para Porto Alegre. Este trabalho apresenta portanto a implementação de um sistema para geração automática de mapas de transporte público para a cidade de Porto Alegre. Através do sistema implementado é possível gerar dois tipos de mapas esquemáticos: Mapa da Linha e da Parada. O Mapa da Linha exibe todas as paradas do trajeto de ida e volta de uma linha de ônibus, exibindo os endereços de todas as paradas, e também os trechos onde a ida é diferente da volta. O Mapa da Parada exibe todas as linhas que passam em uma parada de ônibus, possibilitando verificar quais destinos são alcançáveis através de uma parada de ônibus da cidade. Os algoritmos desenvolvidos utilizam dados relevantes para geração de mapas de transporte público encontrados em dois portais públicos da cidade: O DataPoa e o ObservaPoa. Os mapas são gerados em formato SVG, possibilitando que os mapas possam ser redimensionadas sem sofrer distorções. Portanto, a futura impressão dos mapas pode ser realizada em qualquer tamanho. A construção dos mapas envolveu a utilização de tecnologias de geoprocessamento, banco de dados e programação orientada a objetos.
Abstract In Porto Alegre there are still not many public transportation maps such as those used in several European, Asian and North American cities, which aim to show in a schematic layout the information about the paths of the cities’ bus lines or metro. The availability of schematic maps is important for large cities, because this map type displays only the most relevant information of urban public transportation system, simplifying the visualization of the paths of the city’s bus lines. Schematic maps can be printed and placed on bus stops, within the buses, and at various locations throughout the city, making more democratic the access to this information. Today there is still no tool that allows automatic generation of this type of map for Porto Alegre. This work therefore presents the implementation of a system for automatic generation of public transportation maps for the city of Porto Alegre. Through the implemented system it is possible to generate two types of schematic maps: Map of Route and Map of Stop. Map of Route displays the addresses of all the stops, and also the stretches where the path of one direction is different to the opposite direction. Map of Stop displays all routes that pass in a bus stop, making it possible to check which destinations are reachable through a city bus stop. The developed algorithms use relevant data to generate public transport maps found in two web portals of the city: DataPoa and ObservaPoa. The maps are built in scalable vector graphics format (SVG), which enables the images of the maps can be resized without suffering distortions. Therefore, future printing of maps may be performed at any size. The construction of maps involved the use of technologies in geoprocessing, database and object-oriented programming.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/147633
Arquivos Descrição Formato
000999691.pdf (9.650Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.