Repositório Digital

A- A A+

O processo decisorio na escolha de tecnologia nas industrias do Rio Grande do Sul

.

O processo decisorio na escolha de tecnologia nas industrias do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O processo decisorio na escolha de tecnologia nas industrias do Rio Grande do Sul
Autor Seibel, Erni Jose
Orientador Motta, Paulo Cesar Delayti
Data 1978
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Tomada de decisão : Inovação tecnológica : Empresa industrial : Novo Hamburgo (RS) Porto Alegre (RS)
Resumo Este trabalho envolve, basicamente, dois aspectos: a racionalidade do processo decisório e o problema "escolha de tecnologia". Em relação ao primeiro aspecto, o objetivo foi o teste empírico e a avaliação do modelo de processo decisório racional proposto por MARCH & SIMON. Para Tanto, utilizou-se como instrumento de análise o segundo aspecto, isto é, um processo de escolha de tecnologia nas empresas calçadistas e metal-mecânicas, ativas e falidas. Investigou-se empresas aivas e falidas a fim de perceber a ocorrência da utilização do modelo de processo decisório nestas empresas. Os dois aspectos acima citados trabsformaram-se em três objetivos que nortearam este trabalho, quais sejam: - a indenização dos fatores que condicionaram os empresários na escolha de tecnologia; - a racionalidade do processo decisório utilizado na compra de tecnologia segundo a proposição de MARCH & SIMON; o teste do modelo de escolha racional MARCH & SIMON em relação às empresas ativas e falidas. A obtenção dos dados empíricos necessários à consecução destes objetivos foi possível através de questionário submetido aos empresários das cidades de Novo Hamburgo e Porto Alegre. Entre as conclusões obtidas através dos dados coletados destacam-se: - os fatores que condicionaram os empresários na aquisição de equipamentos refletem basicamente as necessidades da conjuntura, mais especificamente, as necessidades e condições da indústria e do mercado com os quais a empresa interage; - a racionalidade "marchsimoniana" apresenta uma tendência a ocorrer nas empresas de maior porte e onde a tecnologia é mais desenvolvida. Disto decorre, baseados nas proposições de MARCH & SIMON, que as empresas de pequeno porte e não desenvolvidas tecnologicamente, sejam consideradas como sendo não-racionais; - não existe relaç]ao direta entre utilização do modelo "marchsimoniano" pelas empresas ativas em relação às empresas falidas. Isto faz com que se estabeleça a hipótese de que a utilização ou não do modelo teria influência na eficácia da empresa.
Abstract This study deals, basically, with two aspects: rationality of the decision making process and the choosing os technology. In relation to the first aspect the objective is to evaluate, through on empirical test, the rational decision making process as proposed by MARCH and SIMON. To achieve this, the second aspect is used as the analitical instrument, i.e., we are going to test if the choosing os technology is done according to MARCH and SIMON's rational process. The milieu in wich the test were developed was a sample selected from the shoe and metal manufactoring sector. This sample is composed of boths healthy and bankrupt enterprises. The two aspects mentioned above have generated three objectives which are this study´s focus: - to indentify the entrepreneurs' condictions factors in the choosing of technology; - the rationality of the decision making process, as proposed by MARCH and SIMON on technology acquisition; - to test the vality of MARCH and SIMON's model in active and bankrupt enterproses. The data acquisiton process has been based on interviews with the entrepreneurs utilizing a structured questionnaire. The choosen firms are located in Porto Alegre and Novo Hamburgo, on the State of Rio Grande do Sul. From the analysis of the collected data it was possible to come to the following conclusions: - the factors conditioning the entrepreneurs' buying of technology are a reflex of conjuntural needs, or more specificaly, the industries and market with which the enterprises interact; - the "marchsimonian" rationality tends to occur in the large sized industries where technology is far more developed. Thus, according to MARCH and SIMON's model, the small sized industries being not technology developed have to be classified as being non-rational; - there is no straight relationship in the use of the "marchsimonian" model by a healthy or bankrupt the hypotesis that the existence of a rational decision making process would not make any difference in the enterprise effectiveness.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/148940
Arquivos Descrição Formato
000143555.pdf (16.25Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.