Repositório Digital

A- A A+

Os cartões de visita do Estado : a emissão de selos postais e a ditadura militar brasileira

.

Os cartões de visita do Estado : a emissão de selos postais e a ditadura militar brasileira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os cartões de visita do Estado : a emissão de selos postais e a ditadura militar brasileira
Autor Souza, Helder Cyrelli de
Orientador Guazzelli, Cesar Augusto Barcellos
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Brasil
Ditadura militar
Filatelia
Historicidade
Ideologia
Política
Selo postal
Símbolos
[en] Historicity
[en] Mailing stamps
[en] Military dictatorship
Resumo Ao abordar as relações entre selos postais e história, a literatura filatélica ocupa-se, fundamentalmente, em situar a origem do moderno mecanismo tarifário dos correios, atendo-se também a outros detalhes técnicos como a evolução dos métodos de impressão e das características gráficas. Quanto ao simbolismo exibido nas estampas, é corrente a idéia segundo a qual os selos narram a História do país emissor por registrarem seus principais personagens, eventos e tradições, avaliação que transcende o meio filatélico e pode ser considerada de senso comum. Esta dissertação adota a perspectiva de análise sugerida pelo historiador britânico Eric Hobsbawn, que considera os selos postais um dos principais suportes materiais de que dispõe o Estado moderno para promover a massificação das tradições nacionais e, como tal, um indício privilegiado para se compreender as estratégias de elaboração da história oficial. Embora coloque o selo postal brasileiro em perspectiva cronológica ampla, para apreender-lhe a trajetória enquanto linguagem, a pesquisa privilegia o contexto em torno da transformação dos Correios em empresa pública pelo governo militar, em 1969. Um dos destacados aspectos da modernização da instituição foi transformação do selo postal brasileiro, cuja emissão foi reestruturada em termos qualitativos e quantitativos durante a década de 70, política complementada pela divulgação e incentivo à prática da filatelia. Nos selos emitidos a partir de então, observa-se a ampliação das matrizes de representação no que diz respeito à historicidade: além do usual registro da História tradicional, passam a compor o índice filatélico outras representações do passado, como a cultura popular e o folclore, além da propaganda das realizações governamentais, que remete ao futuro afinal tornado presente pelo governo militar.
Abstract When approaching the relations between mailing stamps and History, the philatelical literature has mainly dealt with pointing out the origins of the post offices modern tariff mechanisms, and has also payed attention to other technical details like the printing methods evolution and the graphic features. Concerning to the symbolism shown in the pictures, it’s usual the idea that the stamps narrate the country’s History, due the fact they register the country’s main characters, events and traditions. This valuation exceeds the philatelical milieu and can be considered as the common sense. This paper adopts the analysis perspective suggested by the British historian Eric Hobsbawn, who considers mailing stamps as one of the main material basis the modern State has to promote the national traditions massification. Therefore, it’s a privileged sign to understand the official History elaboration strategies. Although we place the Brazillian mailing stamps in a broad chronological perspective, to grasp its path as a language, this work privileged the context around the Correios transformation in a public company, by the military government in 1969. One of the emphazided features of the institution modernization was the Brazilian mailing stamps transformation, of which emission was reestructered in qualitatives and quantitatives terms during the 70’s. This policy was complemented by the spreading and incentive to the philatelical practice. On the stamps printed from that moment on, it’s possible to observe the enlargement of the matrices representation concerning to the historicity: beyond the usual register of the traditional History, other representations about the past started to compose the philatelical index, like the popular culture and the folklore; besides the government propaganda showing Brazil as a powerful country, announcing a future that had finally become present.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15006
Arquivos Descrição Formato
000674621.pdf (8.540Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.