Repositório Digital

A- A A+

A influência do contexto nas habilidades motoras fundamentais de pré-escolares e escolares

.

A influência do contexto nas habilidades motoras fundamentais de pré-escolares e escolares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A influência do contexto nas habilidades motoras fundamentais de pré-escolares e escolares
Outro título Context relation concerning basic motor skills in preschool and school children
Autor Castro, Márcia Bairros de
Orientador Valentini, Nadia Cristina
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Criança
Desempenho motor
Família
Pré-escolar
[en] Family
[en] Motor performance
[en] School environment
[en] TGMD2
Resumo Este estudo teve como objetivo investigar o nível de desempenho motor nas habilidades motoras fundamentais e a relação do mesmo com as oportunidades de prática vivenciadas no contexto familiar e escolar de meninos e meninas entre 03 anos e 06 anos e 11 meses de idade, matriculados na rede de ensino da cidade de Erechim/RS. Uma amostra de 117 crianças, de ambos os sexos, foi avaliada através do TGMD-2 – Test of Gross Motor Development, em dois momentos distintos. Para a avaliação do contexto foi aplicado questionário sobre a rotina de vida diária, de Neto e Serrano (BERLEZE, 2002),para os pais; e, uma entrevista semi-estruturada com as professoras. Para a análise das médias de desempenho motor das crianças, nos diferentes grupos etários, foi utilizado o ANOVA, com Testes de Continuidade (Tukey HSD Post Hoc Testes). Para a análise das médias de desempenho motor das crianças, por gênero, foi utilizado o Teste t para Amostras Independentes. Análises de Variância (ANOVA) foram conduzidas no Quociente Motor e nos Escores Padrão dos sub-testes de Locomoção e Controle de Objetos do TGMD-2 das crianças participantes. Testes de Continuidade (Tukey HSD Post Hoc Tests) foram realizados sempre que a interação foi significativa. Testes t para Amostras Independentes foram conduzidos para avaliar, por gênero, a influência das atividades cotidianas no Quociente Motor e nos Escores Padrão dos sub-testes de Locomoção e Controle de Objetos do TGMD-2 das crianças participantes. O Teste de Correlação de Pearson foi conduzido para identificar relações entre o Quociente Motor, Escore Padrão para Locomoção e Escore Padrão para Controle de Objetos e as atividades nas quais as crianças deste estudo envolvem-se no contexto familiar e escolar. Os resultados sugerem que as crianças mais novas apresentam desempenho motor superior às mais velhas, porém não foram identificadas diferenças significativas entre os gêneros. Quanto à influência das atividades vivenciadas no contexto familiar e escolar, em relação às idades, percebe-se que as crianças mais velhas recebem maiores oportunidades de prática do que as mais jovens, porém em relação ao gênero, os resultados sugerem que as oportunidades de prática estão sendo equivalentes para meninos e meninas. As relações evidenciadas pelo estudo de que as crianças que possuem contexto familiar e escolar favorável à prática apresentam desempenho motor mais adequado à sua fase de desenvolvimento não são suportadas como um todo, pois os resultados revelaram também que as crianças mais novas apresentaram médias de competência motora superiores às crianças mais velhas. Isto permite reforçar a idéia de que não basta apenas proporcionar a prática, mas sim oportunizar vivências com instrução adequada, em espaço físico apropriado, com níveis de exigência próprios às idades e com incentivo equivalente para meninos e meninas.
Abstract This study had as objective to investigate the motor performance concerning basic motor skills and its relation with family and school practice opportunities for boys and girls, age range from 3 to 6 years and 11 months old, enrolled at schools in the city of Erechim, Rio Grande do Sul State, Brazil. A sample of 117 children, both genders, has been evaluated by means of TGMD-2 - Test of Gross Motor Development, in order to test and retest their motor performance skills. For context evaluation, there have been used a parent questionnaire, as well as a semi structured interview with the teachers. To the children's mean motor performance analysis at different age ranges, an ANOVA, with Continuity Tests has been used, (Tukey HSD Post Hoc Tests) whenever there was significant interaction. To the children's motor performance mean analysis by gender, t Test for Independent Samples has been used. ANOVA were carried out to evaluate the influence at everyday activities concerning the Motor Quotient and at Standard Motor Scores of TGMD-2 Motion and Object Control subtests for the children involved. Continuity Tests (Tukey HSD Post Hoc Tests) have been used whenever there was significant interaction. T Tests for Independent Samples were carried out to evaluate, by gender, the influence of everyday activities on the Motor Quotient, as well as at Standard Motor Scores from TGMD-2 Motion and Object Control subtests applied in the involved children. Pearson Correlation Test was carried out to identify relations between Motor Quotient, Motion Standard Score and Object Control Standard Score, and the activities in which the children of the present study have to do in their home and school everyday life. Results suggest that younger children have higher motor performance compared to the older ones; however, any significant difference concerning gender has been identified. On the other hand, we could notice that older children have more practice opportunities than the younger ones related to gender related to activity influence performed at home and school, however, results suggest that practice opportunities are equivalent to boys and girls. The relations highlighted by the study that children who have favorable family and school context related to practice present more adequate motor performance to their development stage are not supported as a whole, for results also showed that younger children present higher motor competence means compared with the older ones. This allows reinforcing the idea that it is not enough to provide practice, but also to enable practice with adequate instruction, in an appropriate environment, with demand levels adequate to age range, as well as the same incentive to boys and girls.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15288
Arquivos Descrição Formato
000678895.pdf (527.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.