Repositório Digital

A- A A+

Satisfação de vida, rede de relações, coping e neuroticismo em adolescentes portadores e não portadores do vírus da imunodeficiência humana-HIV

.

Satisfação de vida, rede de relações, coping e neuroticismo em adolescentes portadores e não portadores do vírus da imunodeficiência humana-HIV

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Satisfação de vida, rede de relações, coping e neuroticismo em adolescentes portadores e não portadores do vírus da imunodeficiência humana-HIV
Autor Serafini, Adriana Jung
Orientador Bandeira, Denise Ruschel
Data 2008
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto HIV
Inventário de estratégias de coping
Qualidade de vida
Redes sociais
[en] Coping
[en] Life satisfaction
[en] Neuroticism
[en] Relationships network
Resumo A presente Tese de Doutorado foi composta por um capítulo introdutório e três estudos, todos eles empíricos apresentados em formato de artigos. Os artigos objetivaram investigar as variáveis satisfação de vida, rede de relações, coping e neuroticismo nos grupos estudados. A amostra do primeiro artigo foi composta por um grupo não-clínico de estudantes (n = 502) e a do segundo, por um grupo clínico de portadores do HIV (n = 45), todos procedentes da Grande Porto Alegre e com idades entre 14 e 23 anos. No terceiro estudo participaram os jovens do grupo clínico e 494 jovens do grupo não-clínico. Em todos os três, os instrumentos utilizados foram: questionário de dados sócio-demográficos, Escala Multidimensional de Satisfação de Vida para Adolescentes – EMSV-A, Inventário de Rede de Relações – IRR, Inventário de Estratégias de Coping e Escala Fatorial de Neuroticismo – EFN. Para a análise dos dados dos dois primeiros estudos foram realizadas MANCOVAS e MANOVAS e análises de regressão múltipla e para o terceiro estudo, análises discriminantes entre os grupos para cada um dos instrumentos. Tanto os resultados do primeiro quanto do segundo estudo indicaram que os jovens participantes utilizaram um número variado de estratégias de coping e apresentaram um bom nível de satisfação de vida, porém para o grupo clínico houve declínio na satisfação com as amizades. As relações com amigos e com a figura materna mostraram-se como aspectos importantes. Verificou-se, ainda, que o melhor preditor do nível de Satisfação de Vida Total de ambas amostras foi o fator Depressão do EFN. No terceiro estudo foram encontradas diferenças entre os grupos em todos os instrumentos. Evidenciou-se também uma perda do sentido vital no grupo clínico, principalmente pelos achados da EFN. Os resultados contribuíram para o conhecimento acerca da adolescência, assim demonstraram a necessidade de se criar intervenções para a promoção do bem-estar de portadores e não portadores do HIV.
Abstract The present doctoral consists of an introductory chapter and three studies, all of them empirical and presented in article format. The papers aimed to investigate the variables life satisfaction, network of relationships, coping and neuroticism. The first study’s sample was non-clinic and consisted of students (n = 502) and the second study’s sample was clinic, formed by HIV patients (n = 45), all of them from metropolitan Porto Alegre. The clinic sample and 494 students from the non-clinic sample took part of the third study. The instruments used were: questionnaire of sociodemographic data, Multidimensional Life Satisfaction Scale for Adolescents (MLSS- A), Network of Relationships Inventory (NRI), Coping Strategies Inventory and Neuroticism Factorial Scale. In order to analyze the data from the two first studies it was used MANCOVAS and MANOVAS and multiple linear regression analyses. Discriminant analyses between the clinic and non-clinic samples for each of the instruments were developed to analyze the data from the third study. The results of the first and the second study showed that the participants revealed a varied number of coping strategies and presented a good level of life satisfaction, although there is a fair decrease in the satisfaction with friendships. The relationships with friends and the maternal figure proved to have a important influence on the youths. Moreover, it was verified that the best predictor of Total Life Satisfaction of the sample was the factor Depression of the Neuroticism Factorial Scale. In the third study the findings revealed differences between the groups in all of the measures. It was also evidenced a loss of the vital sense in the clinic group, especially through the findings of the Neuroticism Factorial Scale. The results contributed to increase the knowledge about adolescence and showed the importance of developing intervention programs to promote wellbeing in HIV carriers and non-carriers.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/15390
Arquivos Descrição Formato
000682071.pdf (1.027Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.