Repositório Digital

A- A A+

Impactos potenciais da mudança climática no desenvolvimento humano : uma análise baseada na abordagem das capacitações

.

Impactos potenciais da mudança climática no desenvolvimento humano : uma análise baseada na abordagem das capacitações

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impactos potenciais da mudança climática no desenvolvimento humano : uma análise baseada na abordagem das capacitações
Autor Correa Macana, Esmeralda
Orientador Comim, Flavio Vasconcellos
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Desenvolvimento humano
Meio ambiente
Recursos naturais
[en] Climate change
[en] Ecosystem services
[en] Health
[en] Livelihoods
[en] Security
[en] Well being
Resumo O objetivo principal desta dissertação é analisar como a mudança climática pode afetar o processo de desenvolvimento humano. Com esse objetivo, procurou-se identificar, caracterizar e sistematizar os impactos potenciais da mudança climática em dimensões relevantes do desenvolvimento humano, tais como: saúde, educação, meios de subsistência, segurança, valores culturais e relações sociais. O trabalho propõe uma estrutura analítica na qual se identificam relações diretas e indiretas entre os componentes climáticos e do bem-estar humano e definem-se mecanismos que interligam as duas áreas, sendo estes os recursos naturais de água, solo e biodiversidade, assim como os serviços dos ecossistemas. A análise realizada não foi restrita à realidade de um país, ao invés, foram associados elementos tendo em conta as evidências em nível global. O estudo foi baseado na abordagem de desenvolvimento humano fundamentada por Amartya Sen, a qual permitiu considerar um conjunto amplo de dimensões na avaliação do bem-estar, abrangendo as diversas formas em que as pessoas são e podem ser privadas de desfrutar uma vida que eles valoram devido à mudança climática. Através da estrutura analítica proposta neste trabalho e na investigação sistemática de dois corpos de literatura (respectivamente ambiental e de desenvolvimento humano), foi possível constatar que o processo de desenvolvimento humano está determinado pela expansão de aspectos multidimensionais, como funcionamento e capacitações, bem como meios e intitulamentos que podem aumentar ou diminuir dependendo a relação com os sistemas do meio ambiente, em especial, do sistema climático. As evidências analisadas demonstraram como as alterações do clima constituem um risco latente para o retrocesso do desenvolvimento humano e ampliação das privações humanas em todo o mundo, com desproporcionais efeitos em países pobres e em desenvolvimento. Por um lado, os choques climáticos ameaçam em diferentes caminhos (direta e indiretamente) os funcionamentos e capacitações das pessoas, como a saúde, a educação, os valores culturais e as relações sociais. Por outro lado, os choques climáticos restringem o desenvolvimento humano ao afetar e limitar os "meios e intitulamentos" necessários para o sustento das pessoas, através da redução da quantidade e qualidade da água, da produção agrícola, da alteração de atividades de pesca, redução de rendimentos econômicos, entre outras formas. Os maiores impactos são em áreas rurais, as quais concentram maior proporção de pobres. O exame de impactos levou em conta a interação com aspectos de vulnerabilidade pré-existente de cada país ou região, relacionados com a exposição definida pela localização geográfica, a sensibilidade de acordo com a dependência na agricultura e nos serviços dos ecossistemas e a capacidade de adaptação determinada por aspectos sociais, econômicos, institucionais, políticos e dotação dos recursos naturais.
Abstract The main aim of this dissertation is to examine how climate change can affect the process of human development. In particular, it tries to identify, characterize and classify the potential impacts of climate change on relevant dimensions of human development, such as health, education, livelihoods, security, cultural values and social relations. The dissertation proposes an analytical structure in which it delves into direct and indirect relations between the components of the climate and well being, and set up mechanisms that link the two areas, which are the natural resources of water, soil and biodiversity as well as the ecosystem services. The analysis was not restricted to the particular realities of a given country, in contrast, it focused on evidence at a global level. This study is based on the vision of human development as characterized by the work of Amartya Sen, which enabled us to consider a wide range of dimensions in the assessment of well being, covering the various ways in which people are and can be deprived of enjoying a life that they value due to climate change. Through the analytical framework proposed in this paper and the systematic investigation of two bodies of literature (the environmental and human development), it was possible to see that the process of human development is determined by the expansion of multidimensional aspects, such as functionings and capabilities, as well as means and entitlements that may increase or decrease depending on the relation with the environment, especially the climate system. The analysis showed evidence such as that climate change is a latent risk to the setback of human development and expansion of human deprivation in the world, with disproportionate effect on poor and developing countries. The climatic shocks threaten in different ways (directly and indirectly) the functionings and capabilities of individuals, such as health, education, cultural values and social relations. Moreover, the climatic shocks restrict human development to affect and limit the "means and entitlements" necessary for the sustenance of the people, by reducing the quantity and quality of water, agricultural production, modification of fishing activities, reduction income, among other ways. The largest impacts are in rural areas, which concentrate the largest proportion of poor people. An examination of impacts took into account the interaction with aspects of pre-existing vulnerability of each country or region, associated with exposure defined by geographic location, according to the sensitivity of the dependence on agriculture and ecosystems services and the capacity of adaptation certain by social, economic, institutional, political and status of natural resources.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15643
Arquivos Descrição Formato
000685419.pdf (2.291Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.