Repositório Digital

A- A A+

Um lugar pra chamar de seu : simulação e microinserções na esfera pública

.

Um lugar pra chamar de seu : simulação e microinserções na esfera pública

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Um lugar pra chamar de seu : simulação e microinserções na esfera pública
Autor De Nadal, Alexandre Garbini
Orientador Tedesco, Elaine Athayde Alves
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais.
Assunto Cidade
Documento
Esfera pública
Microinserções
Simulação
[en] City
[en] Documents
[en] Microinsertions
[en] Public sphere
[en] Simulation
Resumo O presente estudo se propõe a investigar os trabalhos que venho realizando nos últimos anos, sempre abordando questões da cidade e do nela habitar por intermédio de intervenções e ações artísticas que utilizam os meios e códigos da publicidade. São trabalhos inseridos na esfera pública e planejados para iludir o observador por meio da simulação de imagens e elementos comerciais e que, em um primeiro momento, não se apresentam como objeto artístico. Iludem para esclarecer, na medida em que simulam eventos do cotidiano levados ao extremo, procurando explorar tensões e evidenciar os conflitos por trás dos fatos. Da mesma forma, são intervenções que não existem como um objeto isolado, mas se constituem de um conjunto de situações que ocorrem dentro de um espaço-tempo específico: uma vez realizados, o que fica é seu documento. Na dissertação, busco referências de autores que pensam a cidade contemporânea e os “espaços de aparição” do indivíduo, nas palavras de Hannah Arendt, bem como de artistas que refletem sobre os mesmos temas em suas próprias produções, como Antoni Muntadas, Cildo Meireles, os coletivos 3NÓS3 e Contrafilé, entre outros criadores que atuam nos limites da arte como veículo. Por fim, divago se o dissenso proporcionado pela arte possui potência para criar espaços de visibilidade e afirmação sociais, ao estimular a reflexão crítica.
Abstract The present study proposes to investigate the work I have been developing over recent years, always addressing issues of the city and of inhabiting it in the form of art interventions using the means and codes of advertising. These are works inserted in the public sphere and planned to deceive the observer by simulating images and commercial elements and, at first sight, do not appear like an art object. They deceive to clarify, insofar as they simulate events of daily life driven to the limit, trying to explore tensions and to show the conflicts behind the facts. In the same way, they are interventions that do not exist as an isolated object, but constitute a set of situations that occur within a specific space-time: once performed, they left only their imprinted records. In this dissertation, I search references from authors who think of the contemporary city and the “spaces of appearance” of the individual, in the words of Hannah Arendt, as well as of artists who reflect on the same themes in their own productions, such as Antoni Muntadas, Cildo Meireles, the collectives 3NÓS3 and Contrafilé, among other creators who act in the limits of art like vehicle. Finally, I speculate if the dissent provided by art has the power to create spaces of social visibility and affirmation by stimulating critical reflection.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/156451
Arquivos Descrição Formato
001015787.pdf (17.74Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.