Repositório Digital

A- A A+

Distúrbios ácido-base e eletrolíticos de cães e gatos com doença renal crônica

.

Distúrbios ácido-base e eletrolíticos de cães e gatos com doença renal crônica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Distúrbios ácido-base e eletrolíticos de cães e gatos com doença renal crônica
Autor Cruz, Debora Carneiro da
Orientador Monteiro, Eduardo Raposo
Co-orientador Queiroga, Luciana Branquinho
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Acidose metabólica
Clinica veterinaria : Pequenos animais
Doença renal crônica
Falência renal
Hemogasometria
Insuficiência renal
[en] Blood gas analysis
[en] Canine
[en] Feline
[en] Metabolic acidosis
[en] Renal failure
[en] Renal insufficiency
Resumo A doença renal crônica (DRC) é uma afeção frequentemente diagnosticada em cães e gatos com prevalência de 0,5 a 7% e 1,6 a 20% (respectivamente) e a mesma é considerada uma das doenças mais comuns da espécie felina. A DRC é um problema clinico importante, cuja evolução depende da qualidade do tratamento e do acompanhamento da doença. Os exames complementares como urinálise, hemograma, bioquímicos séricos e urinários, urocultura, radiografia abdominal, ultrassonografia, biópsia renal e o exame hemogasométrico permitem elucidar o grau de comprometimento renal e estabelecer a melhor conduta terapêutica a ser realizada. O exame hemogasométrico é de grande importância na avaliação do equilíbrio ácido-base e perfil eletrolítico, o qual pode fornecer informações fundamentais para o monitoramento e tratamento da DRC O objetivo da revisão bibliográfica e o levantamento de dados com 47 cães e gatos que realizaram o exame hemogasométrico no HCV da UFRGS, no período de Janeiro de 2015 a Julho de 2016, é correlacionar às alterações no perfil eletrolítico e no equilíbrio ácido-básico encontrados nesses pacientes com as alterações esperadas para essa doença. Assim como, discutir sobre os resultados encontrados nos exames hemogasométrico e correlacionar com outros exames bioquímicos e classificar conforme o estadiamento da IRIS mostrando a importância da hemogasometria em pacientes com DRC para monitoração e controle da doença. Após o levantamento dos dados pode-se perceber que os distúrbios com maior frequência encontrados nas hemogasometria foram à acidose metabólica, hiperfosfatemia e hipocalcemia. Porém, outras alterações foram encontradas nos exames hemogasométricos ressaltando o quanto é importante à realização da hemogasometria para acompanhamento dos distúrbios presentes nos pacientes com DRC.
Abstract Chronic kidney disease (CKD) is a frequently diagnosed affection in dogs and cats with a prevalence of 0.5 to 7% and 1.6 to 20% (respectively) and is considered to be one of the most common diseases of the feline species. CKD is an important clinical problem, the evolution of which depends on the quality of treatment and the follow-up of the disease. Complementary exams such as urinalysis, blood count, serum and urinary biochemistry, uroculture, abdominal radiography, ultrasonography, renal biopsy and hemogasometric examination make it possible to elucidate the degree of renal impairment and to establish the best therapeutic course to be performed. Hemogasometric examination is of great importance in assessing acid-base balance and electrolyte profile, which can provide key information for the monitoring and treatment of CKD. The objective of the bibliographic review and the data collection with 47 dogs and cats that underwent hemogasometric examination in the HCV of the UFRGS, from January 2015 to July 2016, is to correlate to the alterations in the electrolyte profile and the acid-base balance found In these patients with the expected changes for this disease. As well as discussing the results found in hemogasometric examinations and correlating with other biochemical exams and classifying according to IRIS staging showing the importance of hemogasometry in patients with CKD for monitoring and control of the disease. After the data collection, it can be seen that the disorders most frequently found in hemogasometry were metabolic acidosis, hyperphosphatemia and hypocalcemia. However, other alterations were found in the hemogasometric exams, highlighting how important it is to hemogasometry to follow the present disorders in ptients with CKD.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/156571
Arquivos Descrição Formato
001013683.pdf (631.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.