Repositório Digital

A- A A+

Movimentos de escritura em John Gay, autor de 'The Beggar's Opera'

.

Movimentos de escritura em John Gay, autor de 'The Beggar's Opera'

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Movimentos de escritura em John Gay, autor de 'The Beggar's Opera'
Autor Ardais, Débora Amorim Garcia
Orientador Silva, Márcia Ivana de Lima e
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Correspondência
Critica e interpretacao
Crítica literária
Epistolografia
Estudos literários
Gay, John 1685-1732.
Literatura comparada
Ópera cômica
Processo criativo
Teatro
[en] Correspondence
[en] Creation process
[en] John Gay
[en] The beggar's opera
Resumo O presente estudo examinou a trajetória literária do autor inglês John Gay sob o viés da sua correspondência, com o objetivo de encontrar exemplos de seu processo de criação nas suas cartas. Selecionou-se um corpus composto de cartas escritas por e para John Gay, famoso pela criação da ballad opera The Beggar's Opera, escrita em 1728. Dentre os seus mais importantes correspondentes, destacam-se os escritores Alexander Pope e Jonathan Swift. A análise das cartas mostrou que seu objetivo ia muito além da simples comunicação. Foi possível examinar algumas etapas do processo de criação do escritor através de trechos de poemas, alusões literárias e informações de fontes contidas nas cartas. Tais descobertas servem para afirmar o caráter literário da correspondência, que pode servir como espaço de expressão artística e território da criação. O questionamento decorrente dessa afirmação é acerca dos limites que separam os dois gêneros, literário e epistolográfico.
Abstract This study examined the literary career of the eighteenth century writer John Gay from the point of view of his letters, with the aim of finding examples of his creation process in his correspondence. A corpus consisting of letters written by and to John Gay, who is famous for his ballad opera The Beggar's Opera written in 1728, was selected. Among his most important correspondents were the famous writers Alexander Pope and Jonathan Swift. The analysis of the letters showed that their aim reached beyond communication. It was possible to examine some stages of the author's creation process through lines of his poems, literary allusions and sources expressed in his letters. These findings affirm the literary character of the correspondence, as a way of artistic expression and territory of creation. This statement raises a question about the border between literary genre and correspondence.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15893
Arquivos Descrição Formato
000688509.pdf (2.643Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.