Repositório Digital

A- A A+

Variação fonético-fonológica e atitudes linguísticas : o desvozeamento das plosivas no português brasileiro em contato com o hunsrückisch no Rio Grande do Sul, Brasil

.

Variação fonético-fonológica e atitudes linguísticas : o desvozeamento das plosivas no português brasileiro em contato com o hunsrückisch no Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Variação fonético-fonológica e atitudes linguísticas : o desvozeamento das plosivas no português brasileiro em contato com o hunsrückisch no Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Lara, Claudia Camila
Orientador Battisti, Elisa
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Atitudes linguísticas
Contato lingüístico
Desvozeamento
Dialeto hunsrückisch
Fonética
Fonologia
Língua portuguesa
Plosiva
Rio Grande do Sul
Variação fonológica
Variação lingüística
[en] Linguistic attitudes
[en] Phonetic-phonological variation
[en] Plosives devoicing
Resumo Esta tese objetiva analisar o desvozeamento variável das plosivas bilabial, alveolar e velar (abacaxi~apacaxi, dela~tela e Glória~Clória) do português brasileiro em contato com o hunsrückisch, língua de imigração alemã. A variedade de português investigada é a falada em Glória, comunidade da zona rural do município de Estrela, Rio Grande do Sul, Brasil. O status social da variável em estudo é estereotipado e as atitudes linguísticas são analisadas em relação ao desvozeamento das plosivas. Investiga-se, portanto, a relação entre o processo variável e as atitudes linguísticas dos falantes para com o português brasileiro local e com a língua de imigração. O estudo orienta-se pela Sociolinguística Variacionista (LABOV, 2008 [1972]) e pelo estudo de atitudes linguísticas (TRIANDIS, 1974; FASOLD, 1996; KAUFMANN, 1997; 2011; GILES e BILLINGS, 2004; GARRET, 2005; VANDERMEEREN, 2005; LABOV, 2010). Para a análise de regra variável, foram levantados contextos de desvozeamento de vinte e quatro entrevistas sociolinguísticas de informantes de Glória. Os dados foram submetidos à análise estatística pelo pacote computacional VARBRUL, versão GoldVarb X, para verificar os fatores linguísticos e extralinguísticos que condicionam o desvozeamento variável das plosivas. Constatou-se que a proporção de desvozeamento é baixa, 2,6%. Os informantes do gênero feminino, com menor grau de escolarização, ensino fundamental, e com mais de 47 anos condicionam o processo. As palavras com maior número de sílabas, contexto precedente vazio e o contexto seguinte alveolar, sílabas pretônica e tônica favorecem o desvozeamento das plosivas. Para o estudo de atitudes linguísticas, foi realizada uma pesquisa qualitativa mediante a aplicação do questionário “As atitudes linguísticas no português brasileiro em contato com o hunsrückisch”, adaptado de Kaufmann (1997; 2011). Posteriormente, os dados levantados com o questionário foram submetidos a tratamento estatístico pelo software IBM SPSS, versão 22.0. Verificou-se que os núcleos familiares, compostos por avós, pais, irmãos, tios e tias, influenciam as práticas sociais, linguísticas e culturais na comunidade de Glória, principalmente a figura feminina, a mãe, (geração mais velha) que tem responsabilidade na formação e preservação cultural nas antigas áreas de imigração europeia no sul do Brasil e também pela função social que exerce em casa, na educação inicial dos filhos. Os informantes mais jovens realizam mais atividades de trabalho, diversão e lazer do que seus pais, usando o português como língua de interação. Tais atividades influenciam as atitudes dos falantes em relação à preferência a usar português em lugar do hunsrückisch. Os resultados evidenciam que a escolaridade também contribui para as atitudes, com práticas linguísticas em português brasileiro local no ambiente escolar: os falantes orientam-se à cultura brasileira e à fala em português brasileiro local e buscam fugir ao estereótipo do desvozeamento das plosivas.
Abstract This thesis aims at analyzing the variable devoicing of bilabial, alveolar and velar plosives (abacaxi~apacaxi, dela~tela e Glória~Clória) in Brazilian Portuguese in contact with hunsrückisch, German immigration language. The Portuguese variety under investigation is the one spoken in Glória, a rural area community in the town of Estrela, Rio Grande do Sul, Brazil. The social status of the variable in study is stereotyped and the linguistic attitudes are analyzed in relation to the devoicing of the plosives. It investigated, therefore, the relation between the variable process and the speakers’ linguistic attitudes towards local Brazilian Portuguese and the immigration language. The study is oriented by Variationist Sociolinguistics (LABOV, 2008 [1972]) and by linguistic attitude studies (TRIANDIS, 1974; FASOLD, 1996; KAUFMANN, 1997; 2011; GILES e BILLINGS, 2004; GARRET, 2005; VANDERMEEREN, 2005; LABOV, 2010). For analyzing the variable rule, devoicing contexts, present in twenty-four sociolinguistic interviews with informants from Glória, were gathered. The data were submitted to statistical analysis by the computational package VARBRUL, version GoldVarb X, in order to verify the linguistic and extra-linguistic factors that condition the variable devoicing of plosives. It was determined that the devoicing proportion is low, 2.6%. The female gender informants, with the lowest scholarization degree, middle school, and older than 47 years old condition the process. The words with a bigger number of syllables, empty precedent context and alveolar posterior context, pre-tonic and tonic syllables favor the plosives devoicing. For the study of linguistic attitudes, a qualitative research was carried out, through the application of the questionnaire “As atitudes linguísticas no português brasileiro em contato com o hunsrückisch”, adapted from Kaufmann (1997; 2011). After that, the data collected through the questionnaire were submitted to statistical treatment by the software IBM SPSS, version 22.0. It was possible to verify that family cores, composed by grandparents, parents, siblings, uncles and aunts, influence the social, linguistic and cultural practices in the community of Glória, specially the female figure, the mother, (older generation) which holds responsibility in cultural formation and maintenance in old European immigration areas in the south of Brazil and also in the social function exerted at home, in the initial education of the children. The younger informants perform more activities related to work, entertainment and leisure than their parents, using the Portuguese as interaction language. Such activities influence the speakers’ attitudes towards the preference for using Portuguese over hunsrückisch. The results show that scholarization also contributes for the attitudes, with linguistic practices in local Brazilian Portuguese in the school environment: the speakers orient themselves towards the Brazilian culture and the speech in local Brazilian Portuguese, and seek to scape from the stereotype of plosives devoicing.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/159078
Arquivos Descrição Formato
001022983.pdf (2.793Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.