Repositório Digital

A- A A+

Avaliação dos resultados a longo prazo da capsulotomia posterior do joelho realizada em pacientes com síndrome patelar do flexo mínimo

.

Avaliação dos resultados a longo prazo da capsulotomia posterior do joelho realizada em pacientes com síndrome patelar do flexo mínimo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação dos resultados a longo prazo da capsulotomia posterior do joelho realizada em pacientes com síndrome patelar do flexo mínimo
Autor Leie, Murilo Anderson
Orientador Gomes, João Luiz Ellera
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Cirúrgicas.
Assunto Avaliação de resultados (cuidados de saúde)
Procedimentos ortopédicos
Síndrome da dor patelofemoral
Traumatismos do joelho
[en] Anterior painful knee syndrome
[en] Flexion contracture of the knee
[en] Lack of full extension of the knee
[en] Posterior capsulotomy of the knee
Resumo Introdução: a ausência de extensão completa do joelho é uma condição limitante que algumas vezes precisa ser tratada invasivamente através da realização da capsulotomia posterior do joelho, uma vez que medidas conservadoras tenham sido esgotadas previamente. No entanto, mesmo com a literatura vigente, ainda não está claro se o procedimento para aquisição de extensão do membro inferior está associado á melhora funcional de pacientes com contratura em flexão do joelho e queixas de dor anterior, bem como se este ganho de extensão pode ser mantido ao longo do tempo. Métodos: nós conduzimos um estudo de coorte retrospectivo de 21 pacientes com contratura em flexão mínima do joelho os quais foram submetidos à capsulotomia posterior do joelho por técnica aberta entre 1990 e 2010. Após 9.19 ± 6.68 anos de follow-up, os níveis funcionais do joelho e média de ângulo de contratura em flexão foram comparados com os dados pré-operatórios e a taxa de recorrência pôde ser estimada. Complicações investigadas incluíram instabilidade do joelho secundária ao procedimento e danos neurovasculares. Resultados: pré-operatoriamente, todos os pacientes (100%) apresentavam scores funcionais de Lysholm classificados como regular ou ruim (média absoluta do score 58.66 ± 13.87, 95%CI 52.35–64.98), e 15 pacientes (72%) apresentaram melhora funcional, com scores bom ou excelente (média de score de Lysholm 87.61 ± 8.81, 95%CI 83.60–91.63) após o período de follow-up. A média pré-operatória do ângulo de flexão do joelho foi de 25.04 ± 9.15 graus (95%CI 20.88–29.21) e diminuiu para 4.28 ± 4.18 graus (95CI% 2.38 – 6.19). Nenhum paciente apresentou complicações relacionadas ao procedimento Conclusão: baseado em nossos resultados, nós concluímos que a capsulotomia posterior do joelho parece ser um procedimento seguro e efetivo para tratar adequadamente pacientes com joelhos dolorosos secundários a contraturas em flexão, com uma baixa taxa de recorrência mesmo após 9.19 anos em média de seguimento.
Abstract Background: lack of full extension of the knee is a disabling condition that sometimes needs to be treated invasively by a posterior capsulotomy of the knee, since conservative treatments have been exhaustively attempted. However, it is not clear if the procedure is able to improve anterior symptoms on the knee of patients with flexion contracture and if the full extension acquired can be kept throughout long-time follow-up. Methods: we conducted a retrospective cohort study of 21 patients diagnosed with minimal flexion contracture of the knee who underwent open posterior capsulotomy between 1990 and 2010. After 9.19 ± 6.68 years of follow-up, knee function and mean angle of fixed knee flexion were compared to baseline data and the recurrence rate was estimated. Complications investigated included knee instability and neurovascular damages. Results: all patients (100%) presented with a preoperative Lysholm score classified as poor or fair (mean, 58.66 ± 13.87, 95%CI 52.35–64.98), but 15 patients (72%) experienced an improvement to good or excellent scores (mean, 87.61 ± 8.81, 95%CI 83.60–91.63) after long-time follow-up. The mean preoperative angle of fixed flexion was 25.04 ± 9.15 degrees (95%CI 20.88–29.21) and it decreased to 4.28 ± 4.18 degrees (95CI% 2.38 – 6.19, after the follow-up. Conclusion: Based on these results, we conclude that posterior capsulotomy of the knee proved to be a safe and effective procedure to treat properly patients with painful knees secondary to lack of full extension with a low rate of recurrence even after a long-term follow-up.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/159638
Arquivos Descrição Formato
001023965.pdf (1.495Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.