Repositório Digital

A- A A+

A Reterritorialização do Assentamento Conquista na Fronteira de Dionísio Cerqueira - SC : para além da dimensão cultural

.

A Reterritorialização do Assentamento Conquista na Fronteira de Dionísio Cerqueira - SC : para além da dimensão cultural

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A Reterritorialização do Assentamento Conquista na Fronteira de Dionísio Cerqueira - SC : para além da dimensão cultural
Autor Moreira, Antônio Carlos
Orientador Medeiros, Rosa Maria Vieira
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Assentamento Conquista na Fronteira (Dionísio Cerqueira, SC)
Assentamento rural
Dionísio Cerqueira (SC)
Geografia política
Planejamento territorial
Territorio
[en] Culture
[en] Human territoriality
[en] Space
[en] Territory
Resumo O território do Assentamento Conquista na Fronteira de Dionísio Cerqueira - SC, a partir de 1980 até o momento, passou por um acentuado processo de reconstrução, mediatizado por filosofias diferentes em termos de planejamento. O objetivo da pesquisa de tese é entender a reterritorialização desse assentamento rural, analisando as diversas dimensões constitutivas do território, para além da dimensão cultural. Os dados foram identificados por meio de entrevistas com perguntas fechadas e abertas, visitas de convivência no território em diferentes estações climáticas, diálogos com os indivíduos sociais em locais de trabalho, nas residências, em espaços de lazer e, andando pelo território, registros fotográficos, escritos e auditivos. Também, realizamos análises de diversos documentos históricos do assentamento e outros, como mapas, receitas caseiras para o fabrico de alimentação humana e animal, além de outros destinados ao cultivo e à criação. O território, antes da ocupação realizada pelo MST, servia como fonte de lucro e acúmulo de capital, concentrado somente numa pessoa. Posteriormente, mais de 200 seres humanos, fundamentados por princípios coletivos e com distribuição de renda conquistada, o reconstruíram. A filosofia adotada para o planejamento territorial entre o acampamento e o assentamento sustentou atitudes e ações com base em relações sociais e socionaturais de igualdade e respeito entre os indivíduos sociais do campo e da comunidade com a natureza. Desta maneira, o território materializou-se, concomitantemente com as reconstruções das territorialidades humanas, em fuga às subjetivações capitalísticas, recuperando os sentidos e os desejos da participação e do envolvimento comunitário. A reconstrução territorial possibilitou a partilha do trabalho coletivo com a superação da fome do corpo físico e espiritual, proporcionando maior liberdade de tempo, otimizado pelos inúmeros encontros para conversar e para se divertir. Constantemente, os indivíduos sociais reenergizam-se por intermédio de atitudes místicas, construídas em forma de representações simbólicas, dramatizadas, musicais, danças, poesias, contos e encontros comemorativos em geral, além de outras. A reterritorialização foi se realizando com a identificação dos assentados com a terra, enquanto continuidade da vida, e, com isso, seus desejos, também se concretizam pela estética do lugar, confirmando o compromisso de responsabilidade com a sustentabilidade ecológica, social, econômica, política e cultural em que os desejos do porvir possam continuar se reconstruindo. A experiência adquirida com a pesquisa contribuiu para que fizéssemos uma verdadeira reconstrução, também das nossas territorialidades referentes às análises territoriais, restabelecendo as energias que movimentam o corpo desse pesquisador socioespacial.
Abstract The territory of the settlement boundary in the Conquest of Dionísio Cerqueira - SC, from 1980 to date, has experienced a dramatic process of reconstruction, media by different philosophies in terms of planning. The objective of the research thesis is to understand the reterritorilization of rural settlement, analyzing various dimensions of the constituent territory, beyond the cultural dimension. Data were identified through interviews with open and closed questions, visit the territory of living in different weather stations, social dialogues with individuals in the workplace, in homes, in areas of recreation, and walking the land, photographic records, written and auditory. Also, analysis of various historical documents of the settlement and others, such as maps, recipes for making homemade food and feed, and other for the cultivation and breeding. The territory, before the occupation held by the MST, served as a source of profit and accumulation of capital, concentrated only on a person. Subsequently, more than 200 humans, based on collective principles and the distribution of income earned, the rebuilt. The philosophy adopted for the planning territorial settlement between the camp and held attitudes and actions based on social relations and socionaturais of equality and respect between individuals of the social field and the community with nature. Thus, the area is produced, concomitantly with the reconstruction of human territorialities in the subjectivation capital flight and restore the senses and the desires of participation and community involvement. The reconstruction allowed the territorial sharing of collective work to overcome the hunger of the physical body and spiritual, providing more freedom of time, optimized for numerous meetings to talk and have fun. Constantly, people are social reenergizam through mystical attitudes, built in the form of symbolic representations, dramatized, music, dances, poems, stories and celebrating in general meetings and other. The reterritorilization has been doing with the identification of the settlers with the land, while continuity of life, and so their wishes, also illustrate the aesthetic of the place, confirming the commitment of responsibility with ecological sustainability, social, economic, political and cultural environment in which the wishes of the future is to continue rebuilding. Experience in research that helped us a true reconstruction, also of our territorialities for the territorial analysis and restore the energy to move the body of socio researcher.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/16189
Arquivos Descrição Formato
000698441.pdf (13.60Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.