Repositório Digital

A- A A+

Correlação bioquímica e genes da rota do folato em fissuras orais

.

Correlação bioquímica e genes da rota do folato em fissuras orais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Correlação bioquímica e genes da rota do folato em fissuras orais
Autor Pitt, Silvia Brustolin
Orientador Felix, Temis Maria
Giugliani, Roberto
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Ácido fólico
Ácidos Pteroilpoliglutâmicos
Fenda labial
Fissura palatina
Homocisteína
Polimorfismo genético
[en] Candidate genes
[en] Cleft lips and/or palate
[en] Congenital abnormalities
[en] Folic acids
[en] Polymorphisms
Resumo Introdução: As fissuras de lábio e/ou palato (FL/P) são malformações congênitas comuns na espécie humana, apresentando prevalência de 1/700 recém nascidos vivos, variando de acordo com os diferentes grupos étnicos e fatores sócio-econômicos. As FL/P apresentam padrão complexo de herança, estando envolvidos fatores genéticos e ambientais. Entre os fatores ambientais deficiências de vitaminas já foram descritas, e diversos estudos sugerem que o uso de ácido fólico periconcepcional pode prevenir a recorrência das fissuras orais. Objetivos: Estudar características bioquímicas e polimorfismos em genes da rota metabólica do folato em FL/P não sindrômicas (NS). Métodos: Foram incluídas 140 mulheres (113 mães não afetadas de crianças com fissuras e 27 mulheres afetadas). Todas as mulheres realizaram dosagens bioquímicas (B12, folato sérico e eritrocitário, hematócrito, hemoglobina e homocisteína). Foi realizada extração de DNA destas mulheres e seus familiares, assim como de trios adicionais (mãe, pai e filho) num total de 428 indivíduos de 231 famílias. 28 polimorfismos de 14 genes da rota metabólica de folato foram genotipados usando TaqMan (Applied Biosystems) ou reação em cadeia de polimerase (PCR). Resultados: Não foi encontrada associação entre os dados bioquímicos nos dois grupos de mulheres (afetadas e não afetadas). O teste de desequilíbrio de transmissão (TDT) revelou significância para os seguintes polimorfismos nos genes BHMTrs651852 (p=0.04), MTRRrs1532268 (p=0.04) e NNMTrs694539 (p=0.03). A interação gene-gene demonstrou significância entre MTRRrs1532268 versus MTRrs10925235 (p=0.03), MTRRrs1532268 versus MTRRrs1801394 (p=0.003), MTRRrs1532268 versus NNMTrs2852447 (p=0.008), NNMTrs694539 versus DHFRrs1643638 (p=<0.0001), NNMTrs694539 versus SHMT1rs921986 (p=0.0001), NNMTrs694539 versus SHMT1rs2168781 (p=0.03). Conclusão: Polimorfismos em genes envolvendo o metabolismo do ácido fólico podem contribuir para a ocorrência de FL/P. Os genes BHMT, MTRR e NNMT mostraram associação com FL/P. Este estudo foi o primeiro a encontrar associação entre o gene NNMT e fissuras orais. Estes achados, portando, devem ser confirmados por estudos adicionais. Estes dados são importantes para o entendimento dos fatores que predispõem às FL/P, e para ser realizada de maneira mais adequada e individualizada a prevenção desta anomalia congênita com ácido fólico.
Abstract Introduction: Cleft lip and/or palate (CL/P) are common congenital anomalies with prevalence of 1/700 live births affecting different ethnic groups and social economic status. CL/P has a complex inheritance involving environmental and genetic factors. Among the environmental factors, deficiency of vitamins were reported and several studies have suggested that the use of periconcepcional folic acid might prevent oral clefts. Objective: The aim of this study is to evaluate the biochemical and polymorphisms in genes of the folic acid pathway in non-syndromic CL/P. Methods: 140 women were included, (113) unaffected mothers with CL/P children and 27 affected women. In all women a biochemical measurement (B12, serum folate and eritrocyte, hematocrit, hemoglobin and homocysteine) was performed. We also had DNA extraction of these women and their families, as well as additional trio of (mother, father and son) in a total of 428 individuals of 231 unrelated families. 28 polymorphisms of 14 genes of the folate pathway were genotyped using the TaqMan (Applied Biosystem) or Polymerase Chain Reaction (PCR). Results: Among the biochemical data in the two groups of women (affected and unaffected with cleft lip children) no association was found. The transmission desequilibrium test (TDT) has showed significance for the following polymorphisms in the genes such as BHMTrs651852 (p=0.04), MTRRrs1532268 (p=0.04) and NNMTrs694539 (p=0.03). The gene-gene interaction has showed significance between MTRRrs1532268 versus MTRrs10925235 (p=0.03), MTRRrs1532268 versus NNMTrs2852447 (p=0.008), NNMTrs694539 versus DHFRrs1643638 (p=<0.0001), NNMTrs694539 versus SHMT1rs921986 (p=0.0001), NNMTrs694539 versus SHMT1rs2168781 (p=0.03). Conclusion: Polymorphisms in genes involving the folic acid metabolism might contribute to the occurrence of CL/P. The genes BHMT, MTRR and NNMT have showed association with CL/P. This was the first study to find association between the NNMT and oral clefts. Thus, additional studies are important to these results. These data are important to understand the causes of CL/P as well as to prevent this congenital anomaly with folic acid.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/16378
Arquivos Descrição Formato
000699056.pdf (1.323Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.