Repositório Digital

A- A A+

Quais fatores estão associados ao excesso de peso e à dislipidemia em crianças menores de 7 anos num pequeno município do interior caracteristicamente rural?

.

Quais fatores estão associados ao excesso de peso e à dislipidemia em crianças menores de 7 anos num pequeno município do interior caracteristicamente rural?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Quais fatores estão associados ao excesso de peso e à dislipidemia em crianças menores de 7 anos num pequeno município do interior caracteristicamente rural?
Autor Sponchiado, Francieli Cristina
Orientador Silva, Clecio Homrich da
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Atenção primária à saúde
Criança
Dislipidemias
Fatores de risco
[en] Child health
[en] Dyslipidemias
[en] Overweight
[en] Primary health care
[en] Risk factors
Resumo INTRODUÇÃO: As doenças do aparelho circulatório representaram nos últimos anos a principal causa de mortalidade no Brasil. Com início silencioso na infância e manifestações clínicas somente na fase adulta, tem sido evidenciada a necessidade de que os fatores de riscos associados sejam investigados neste período, visando instituir planos de intervenção mais efetivos com a perspectiva de reduzir a morbimortalidade no futuro. O estudo teve como objetivo verificar a prevalência de excesso de peso e de dislipidemia e seus fatores associados na população infantil do município de Vicente Dutra, caracteristicamente de uma zona de produção agrícola no noroeste do estado do Rio Grande do Sul. METODOLOGIA: Estudo transversal tipo censo populacional, realizado entre agosto de 2015 e novembro de 2016, incluindo 297 crianças, com idade entre 6 meses e 6 anos, residentes no município, recrutadas durante os atendimentos de puericultura nas duas unidades básicas de saúde e por meio de busca ativa pelos agentes comunitários de saúde. Para avaliar a ingestão alimentar foi utilizado o questionário de frequência alimentar. A classificação do excesso de peso foi por meio das curvas de crescimento de referência para idade e sexo da OMS (2006/2007), sendo adotado como ponto de corte para excesso de peso escore-Z +2 para as crianças menores de cinco anos e escore-Z +1 para as acima. A análise descritiva apresentou medidas de média e desvio padrão ou mediana e amplitude interquartílica para as variáveis quantitativas e frequências absolutas e relativas para as categóricas. Os testes qui-quadrado de Pearson ou exato de Fisher foram utilizados para verificar associação entre as variáveis categóricas e testes t de Student ou Mann-Whitney para comparar as variáveis quantitativas com distribuição simétrica e assimétrica. Foi adotado um intervalo de confiança de 95%. O trabalho obteve a aprovação no Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (1.661.099/2015) e autorização da Secretaria Municipal de Saúde de Vicente Dutra. Todos os responsáveis assinaram o TCLE. RESULTADOS: A prevalência de excesso de peso foi de 16,8% e de dislipidemia, 78,0%, foi alta mesmo em crianças eutróficas, quando avaliada uma alteração em pelo menos um dos lípides. A alteração no colesterol HDL foi a mais prevalente, atingindo 59,4% da população estudada, seguidas de 27,8% de alteração de CT, 6,6% de Colesterol LDL e 6,2% de TG. CONCLUSÃO: o excesso de peso e, em especial, as alterações nos níveis de perfil lipídico, sem considerar valores limítrofes e considerando crianças eutróficas, são preocupantes, sobretudo, num município onde, predominantemente, a população reside em zona rural e disporia de acesso à alimentação mais saudável.
Abstract INTRODUCTION: Circulatory system diseases represented on the previous years the main cause of mortality in Brazil. Quietly starting on infancy, it has clinical manifestations only on the adult phase. It has been highlighted the necessity of investigating the risk associated factors from that period, with the aim of instituting intervention plans that are more effective, aiming also to reduce the morbimortality on the future. This study had as it main objective to verify the prevalence of overweight and dyslipidemia and its associated factors in the children population of Vicente Dutra (a Brazilian town) – the town is located on an agricultural production zone on Rio Grande do Sul State. METHODOLOGY: It is a cross-sectional population type study, which happened between August 2015 and November 2015, which included 297 children aging between 6 months and 6 years of living, who live on that town. They were recruited during the attendance of childcare on two Unidades Básicas de Saúde (Basic Health Centers) and by searching with community health agents. In order to assess food intake we used a questionnaire of eating consumption frequency. The classification of overweight was through the reference growth curves for age and sex of World Health Organization (WHO) (2006/2007), being adopted as a cut-off point for overweight Z-score +2 for children under five years and Z-score +1 to the above. The descriptive analysis presented measures of mean and standard deviation or median and interquartile range for quantitative variables and absolute and relative frequencies for categorical variables. Pearson's chi-square test or Fisher's exact test were used to verify association between categorical variables and Student's t-test or Mann-Whitney test to compare quantitative variables with symmetric and asymmetric distribution. We used confidence interval of 95%. The work was approved by the Ethics Committee of the Hospital das Clínicas de Porto Alegre (Porto Alegre Clinical Hospital) (1.661.099/2015) and authorization of Vicente Dutra Health Secretary. All of the responsible have signed the TCLE. RESULTS: The prevalence of overweight was 16.8% and dyslipidemia, 78.0%, was high even in eutrophic children, when a change was observed in at least one of the lipids. The change in HDL cholesterol was the most prevalent, reaching 59.4% of the studied population, followed by a 27.8% change in CT, 6.6% LDL cholesterol and 6.2% TG. CONCLUSION: Excess weight and, especially, changes in lipid profile levels, without considering borderline values and considering eutrophic children, are of particular concern in a municipality where, predominantly, the population resides in rural areas and would have access to food more healthy.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/164372
Arquivos Descrição Formato
001026348.pdf (1.547Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.