Repositório Digital

A- A A+

Avaliação genética da longevidade em vacas da raça Holandesa usando um modelo de riscos proporcionais Weibull

.

Avaliação genética da longevidade em vacas da raça Holandesa usando um modelo de riscos proporcionais Weibull

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação genética da longevidade em vacas da raça Holandesa usando um modelo de riscos proporcionais Weibull
Outro título Genetic evaluation of longevity in holstein cows using a weibull proportional hazard model
Autor Kern, Elisandra Lurdes
Orientador Cobuci, Jaime Araújo
Co-orientador Costa, Claudio Napolis
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Genetica animal
Longevidade
Sobrevivência
Vaca leiteira
[en] Dairy cattle
[en] Longevity
[en] Somatic cell score
[en] Survival analysis
[en] Type traits
Resumo A longevidade é uma característica relacionada à lucratividade da atividade leiteira. Contudo, sua seleção em rebanhos de vacas Holandesas no Brasil ainda é pouco considerada. Objetivou-se determinar os fatores não genéticos que influenciam a longevidade funcional em vacas Holandesas no Brasil, bem como estimar os parâmetros genéticos e conhecer a contribuição das características de tipo e da contagem de células somáticas (CCS) sobre o risco relativo de descarte das vacas. Utilizou-se um modelo de riscos proporcionais Weibull estratificado. Os efeitos fixos foram independentes do tempo, como a idade ao primeiro parto, e dependentes do tempo, como o efeito da região por ano de parto, classes de produção de leite por ano de parto dentro de rebanho, classes de percentagem de proteína e gordura dentro de rebanho, classes de produção de leite por número de lactações dentro de rebanho e variação nas classes de tamanho de rebanho. Os efeitos aleatórios foram: rebanho-ano, touro e de touro-avô materno. O risco de descarte aumentou com a idade ao primeiro parto, com o tamanho do rebanho, com o número de lactações e com o estágio de lactação. A produção de leite apresentou maior efeito sobre o risco de descarte. Vacas de baixa produção de leite, gordura e proteína apresentaram maior probabilidade de descarte em comparação à classe mediana. Vacas pertencentes às regiões do Paraná e São Paulo permaneceram mais tempo no rebanho do que as vacas de outras regiões. Os valores de h² variam de 7,8% a 6,1% para a h² equivalente e a efetiva, respectivamente. Observou-se tendência genética positiva para a longevidade. As características de tipo, escore final, angularidade, nivelamento da linha superior, textura do úbere e ligamento suspensório foram as características que se apresentaram mais relacionadas com a longevidade funcional. Foram observadas diferenças no risco de descarte dependendo do número de vacas classificadas para tipo dentro de rebanho. Até a 4ª lactação, o risco de descarte foi menor para vacas com baixa CCS em comparação a vacas da classe mediana. Já para vacas na 5ª lactação, a alta CCS conduziu ao menor risco de descarte. A rotina de avaliação genética é necessária para melhorar a duração da vida produtiva de vacas da raça Holandesa no Brasil. Características preditivas, tais como escore final, angularidade, nivelamento da linha superior, textura do úbere, ligamento suspensório e a CCS podem ser utilizadas para aumentar a confiabilidade dos valores genéticos dos touros para longevidade funcional.
Abstract Longevity is a trait related to the profitability of dairy activity. However, its selection in Brazilian Holstein herds is still little considered. The aim of this study was to determine the non-genetic factors that influence functional longevity in Holstein cows in Brazil, as well as to estimate the genetic parameters and the contribution of somatic cell score (SCS) and type traits on the relative culling risk of cows. A piecewise Weibullproportional hazard model was used. The fixed effects were time-independent, as age at first calving, and time-dependent, as the interaction effects of region by year of calving, milk production class by year of calving within herd, within herd milk production class by lactation number, within herd fat and protein content, and variation in herd size class. The random effects were herd-year effect, additive genetic contribution from the sire and maternal grandsire of the cow. The relative risk increased with age at first calving, lactation number by stage of lactation, and herd size but lower risks were observed when herd size was increasing or decreasing, compared to stable herds. Milk production had a greater effect on the risk of culling. The relative risk increased as milk production, protein and fat decreased, but to a lesser extent for protein and fat compared to milk yield. Cows from Paraná and São Paulo regions remained longer in the herd than cows from the other regions. The h² values varied from 7.8% to 6.1% for equivalent and effective h², respectively. A positive genetic trend of functional longevity was observed. The type traits, final score, angularity, top line, udder texture and suspensory ligament showed the strongest relationship with productive life. Differences in risk of culling were observed depending on the fraction of type-scored animals within a herd. The absence of type trait phenotypes was associated with a strong increase of culling risk for the cows. The impact of SCS on longevity was high in cows from 1st to 4th lactation with high SCS. Interestingly, for 5th lactation, cows with lower SCS have higher culling risk compared to cows with higher SCS. A routine of genetic evaluation is necessary to improve length of productive life of Brazilian Holsteins under local conditions. The use of early predictors correlated with longevity, as final score, angularity, top line, udder texture, suspensory ligament and SCS, may be recommended to increase the reliability of sires’ estimated breeding values for functional longevity.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/164604
Arquivos Descrição Formato
001027152.pdf (1.435Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.