Repositório Digital

A- A A+

A família com filhos e sua rede : impacto da rede de apoio social nas relações familiares e na saúde mental dos cuidadores

.

A família com filhos e sua rede : impacto da rede de apoio social nas relações familiares e na saúde mental dos cuidadores

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A família com filhos e sua rede : impacto da rede de apoio social nas relações familiares e na saúde mental dos cuidadores
Autor Seibel, Bruna Larissa
Orientador Koller, Silvia Helena
Co-orientador Falceto, Olga Garcia
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Cuidadores
Redes de apoio social
Relações familiares
Saúde mental
Vulnerabilidade social
[en] Family relationships
[en] Mental health
[en] Social support
Resumo Esta tese de doutorado investigou o impacto longitudinal da rede de apoio social da família sobre as relações intrafamiliares e a saúde mental dos cuidadores. Para compreender aspectos contextuais e processuais, considerando mudanças/constâncias ao longo do ciclo vital, utilizou-se como aparato teórico a Abordagem Bioecológica do Desenvolvimento Humano. Este estudo é um recorte de uma pesquisa longitudinal, iniciada em 1999 com 148 famílias residentes do bairro Vila Jardim, Porto Alegre. Dados coletados em 1999, 2004 e 2009 foram analisados a partir de estatísticas descritivas, testes qui-quadrado, testes t de Student e Proportional Odds Model. Foram utilizados um questionário de auto-relato sobre saúde mental, a escala Global Assessment of Relational Functioning (GARF) para avaliar funcionamento familiar, o inventário Parental Bonding sobre vínculo parental, e uma escala de cinco pontos sobre rede de apoio social. Os achados indicaram que a rede de apoio da família é um recurso significativo do contexto para o estabelecimento de relações intrafamiliares adequadas e para a saúde mental dos cuidadores ao longo do ciclo vital.
Abstract This dissertation investigates the longitudinal impact of social support on family relationships and caregivers mental health. To understand contextual and procedural aspects, considering changes / constancies throughout the life cycle, the theoretical frame used in this study was the Bioecological Theory of Human Development. This study is part of a longitudinal research, developed since 1999 with 148 families living in the Vila Jardim neighborhood, in Porto Alegre city. Data collected in 1999, 2004 and 2009 were analyzed using descriptive statistics, chi-square test, t test and Proportional Odds Model. It was used a self-report questionnaire on mental health, the Global Assessment of Relational Functioning Scale (GARF), the Parental Bonding Inventory, and a five-point scale of social support. The findings indicated that social support is a significant contextual resource for establishment of appropriate intra-family relationships and caregivers mental health through the life cycle.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/164771
Arquivos Descrição Formato
001027263.pdf (1.783Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.