Repositório Digital

A- A A+

Análise dos fatores que interferem na capacidade funcional de idosos residentes em uma comunidade de Porto Alegre

.

Análise dos fatores que interferem na capacidade funcional de idosos residentes em uma comunidade de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise dos fatores que interferem na capacidade funcional de idosos residentes em uma comunidade de Porto Alegre
Outro título Analysis of factors affecting the functional capacity of elderly residents in a community in Porto Alegre
Autor Boggio, Elenice da Silveira Bissigo
Santos, Fernanda Cecília dos
Souza, Cislaine Machado de
Silva, Marcelo Faria
Rosa, Patricia Viana
Rosa, Luis Henrique Telles da
Resumo O envelhecimento populacional brasileiro é uma realidade e provoca novas demandas na área da saúde do idoso. Nesse contexto, saúde não signifi ca mais a ausência de doenças e, sim, a manutenção da capacidade funcional. Objetivos: verifi car o grau de independência funcional de idosos residentes em uma área adscrita da vila do IAPI (Instituto de Assistência e Previdência dos Industriários) em Porto Alegre e correlacionar o grau de independência funcional com variáveis socioeconômicas e de saúde. Métodos: trata-se de um estudo transversal de base populacional, no qual os dados foram obtidos através de visitas domiciliares. A capacidade funcional foi avaliada com a Escala de Katz, o Índice de Lawton e o nível de atividade física pelo IPAQ versão 6. Os dados foram analisados pelo SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) versão 17.0 por meio de análises bivariada e multivariada pela Regressão de Poisson hierárquica. Resultados: foram entrevistados 401 idosos e os fatores associados à independência funcional foram: ocupação (RP = 1,18), idade (RP = 0,97), ser ativo ou muito ativo fi sicamente (IPAQ) (RP = 6,86) e participar de grupos de apoio (RP = 1,21). A depressão associou-se negativamente com a independência funcional (RP = 0,77). Conclusões: os resultados permitiram identifi car o comportamento da capacidade funcional entre os idosos avaliados, sendo a maioria destes classifi cados como independentes. Faz-se importante salientar que a manutenção da capacidade funcional deve ser estimulada através de políticas públicas de promoção da saúde física e mental, redes de apoio social e participação ativa nos vários segmentos da sociedade.
Abstract The aging of the Brazilian population is a reality, and it causes new demands when the subject is elderly health. In this context, health is not anymore the absence of diseases, but the maintenance of the functional capacity. Objectives: this paper aims to verify the level of functional independence of the elderly at an enrolled area of the village of IAPI, in Porto Alegre, and correlate the level of functional independence with socioeconomic and health variables. Methods: this is a population-based cross-sectional study in which the data were obtained through home visits. The functional capacity was valued with Katz and Lawton scales, and the level of physical activity was valued through IPAQ – version 6. The data were analyzed by SPSS (Statistical Package for Social Sciences) – version 17, through bivariate and multivariate analyzes by hierarchical Poison Regression. Results: 401 people were interviewed, and the factors associated to functional independence were: occupation (RP = 1,18), age (RP = 0,97), be physically active or very active (IPAQ) (RP = 6,86) and participate of support groups (RP = 1,21). Depression was associated negatively with functional independence (RP = 0,77). Conclusions: results allowed the identifi cation of the behavior of functional capacity among elderly patients, most of these being classifi ed as independent. It is important to note that maintenance functional capacity should be encouraged through physical and mental health public policies, social support networks, and active participation in the various segments of society.
Contido em Estudos interdisciplinares sobre o envelhecimento. Porto Alegre. Vol. 20, n. 1 (2015), p. 189-203
Assunto Atividade motora
Atividades cotidianas
Envelhecimento
Porto Alegre (RS)
[en] Aging
[en] Elderly
[en] Functional Capacity
[en] Functional Independence
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164959
Arquivos Descrição Formato
001026370.pdf (261.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.