Repositório Digital

A- A A+

Narrando “vazios”, produzindo o espaço : o discurso do desenvolvimento no caso do ProSAVANA/Moçambique

.

Narrando “vazios”, produzindo o espaço : o discurso do desenvolvimento no caso do ProSAVANA/Moçambique

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Narrando “vazios”, produzindo o espaço : o discurso do desenvolvimento no caso do ProSAVANA/Moçambique
Autor Camana, Ângela
Orientador Almeida, Jalcione Pereira de
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Agricultura : Modernização
Análise do discurso
Desenvolvimento
Prosavana : Plano diretor
[en] Development
[en] Discourse Analysis
[en] Place
Resumo Este trabalho, de caráter qualitativo, tem como tema o desenvolvimento mobilizado em torno ao Programa de Cooperação Tripartida para o Desenvolvimento Agrícola da Savana Tropical em Moçambique (ProSAVANA). O ProSAVANA é um acordo de cooperação firmado em 2009 pelo Brasil, Japão e Moçambique, sendo largamente inspirado no Programa de Cooperação Nipobrasileira para o Desenvolvimento dos Cerrados (PRODECER), implementado no centro-oeste brasileiro em meio ao processo de modernização da agricultura. O programa prevê ações ao longo de 20 anos em um território situado no norte de Moçambique, o Corredor de Nacala, que compreende 14 milhões de hectares O objetivo geral da pesquisa é analisar o discurso do ProSAVANA, por meio de seu Plano Diretor e material de divulgação, buscando os sentidos do desenvolvimento por ele mobilizados e a caracterização do espaço que receberá suas ações. Parte-se do pressuposto, portanto, de que dados, indicadores e relatórios narram, mas também produzem um lugar específico. Concebendo o lugar sempre em aberto e como espaço de múltiplas trajetórias que se encontram (MASSEY, 2008; 2004), problematiza-se a construção do Corredor de Nacala como um lugar vazio e atrasado. Desde uma mirada crítica, assume-se o caráter discursivo do desenvolvimento (FERGUSON, 2005), sustentando que esta ideia-força cria espaços atrasados e vazios, portanto desenvolvíveis (ESCOBAR, 2005). O percurso teórico e metodológico é guiado pela Análise do Discurso de matriz francesa (PÊCHEUX, 1988), tomando como objeto empírico o Plano Diretor e os materiais de comunicação oficiais do ProSAVANA. A análise empreendida permite sugerir a presença de uma Formação Discursiva (FD) predominante, desenvolvimentista, que se desdobra em duas posiçõessujeito. A FD mobiliza saberes que dão conta de um imperativo da produtividade, o qual pode ser atingido apenas pela modernização das práticas e da cultura agrícola. Assim, no caso do ProSAVANA, pode-se considerar que há um discurso que tecnifica relações sociais, esvaziando toda a diferença presente no Corredor de Nacala.
Abstract This work, of qualittative approach, has as its theme, the development around the Triangular Co-operation Programme for Agricultural Development of the Tropical Savannah in Mozambique (ProSAVANA). The ProSAVANA programme is a cooperation agreement signed in 2009 by Brazil, Japan and Mozambique,Being largely inspired by the Nipo- Brazilian Cooperation Program for the Development of Cerrados (PRODECER), implemented in the center-west region of Brazil in the middle of the process of modernization of agriculture. The program foresees actions over 20 years in a territory located in the north of Mozambique, the Nacala Corridor, which comprises 14 million hectares. The general objective of the research is to analyze the discourse of ProSAVANA, through its Master Plan and dissemination material, seeking the senses of the development mobilized by it and the characterization of the space that will receive its actions. It is therefore assumed that data, indicators and reports narrate, but also produce a specific place.. Conceiving the place always open and as a space of multiple trajectories that are found (MASSEY, 2008; 2004), the construction of the Nacala Corridor is questioned as an empty and backward place. From a critical point of view, the discursive approach of development is assumed (FERGUSON, 2005), arguing that this force idea creates backward and empty, therefore, developmental spaces (ESCOBAR, 2005). The theoretical and methodological course is guided by the the French headquarters of Discourse Analysis (PÊCHEUX, 1988), taking as an empirical object the Master Plan and the official communication materials of ProSAVANA. The analysis undertaken allows us to suggest the presence of a predominant, developmentalist Discursive Formation (FD), which unfolds in two subject-positions. The FD mobilizes knowledge that accounts for a productivity imperative, which can only be achieved by modernizing agricultural practices and culture. Thus, in the case of ProSAVANA, one can consider that there is a discourse that technifies social relations, emptying all the difference present in the Nacala Corridor.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/165263
Arquivos Descrição Formato
001045406.pdf (15.63Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.