Repositório Digital

A- A A+

Crenças sobre o ensino da temática alimentação saudável no ambiente escolar

.

Crenças sobre o ensino da temática alimentação saudável no ambiente escolar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Crenças sobre o ensino da temática alimentação saudável no ambiente escolar
Autor Scarparo, Ana Luiza Sander
Orientador Del Pino, Jose Claudio
Co-orientador Marques, Tânia Beatriz Iwaszko
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde.
Assunto Educação alimentar e nutricional
Educação básica
Educação em saúde
Ensino
Formação de professores
[en] Beliefs
[en] Healthy eating
[en] Questionnaire
[en] School environment
[en] Teaching
Resumo Este trabalho teve como objetivo identificar as crenças sobre o ensino da temática alimentação saudável no ambiente escolar de profissionais e acadêmicos das áreas de Educação e Nutrição. A pesquisa consiste em um estudo transversal, de caráter descritivo e abordagem quantitativa, com a finalidade de averiguar as crenças dos participantes por meio da aplicação de questionário desenvolvido, especificamente, para tal fim. Optou-se por elaborar um questionário que possibilitasse verificar o grau de concordância dos respondentes com cada afirmação proposta, utilizando, para tanto, uma escala do tipo Likert. Para a elaboração das afirmações, foi consultada a literatura das áreas de nutrição e educação relacionada ao assunto. Inicialmente, foram elaboradas 45 afirmações de forma a abranger os diferentes aspectos que a literatura e o cotidiano vêm evidenciando sobre o papel da escola, dos professores, os escolares e sua relação com a alimentação, a alimentação escolar, os hábitos alimentes, e os responsáveis pelo ensino da temática. Em função de não haver consenso para muitos aspectos e, principalmente, para verificar se as 45 afirmações do questionário estavam contemplando todas as variáveis relacionadas ao ensino da temática, assim como se havia clareza na formulação de cada assertiva, optou-se por realizar uma validação de conteúdo do instrumento elaborado. A versão final do questionário é composta por 54 afirmativas. Para a coleta de dados, foram utilizadas duas versões do questionário, sendo uma impressa e outra online. Participaram da pesquisa um total de 949 profissionais e acadêmicas da área de Educação e Nutrição. Verificou-se que há vários aspectos relacionados ao ensino da alimentação saudável que estão de acordo com o que vem sendo discutido na literatura da área de nutrição e educação, entretanto constatou-se que alguns aspectos precisam ser debatidos, a fim de construir diretrizes para a implementação da alimentação saudável no ambiente escolar, bem como para que as ações de Educação Alimentar e Nutricional (EAN) desenvolvidas na escola sejam efetivas para a promoção de hábitos alimentares saudáveis. Pode-se observar que o grupo de nutricionistas que atuam no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), possivelmente por estarem diretamente envolvidos com a alimentação escolar no dia a dia de trabalho, possuem opiniões diferentes dos demais grupos, principalmente os da educação, em muitas afirmações. Considerando-se a escola como um local estratégico para a promoção da saúde e da alimentação saudável, torna-se fundamental que, além da oferta de refeições nutricionalmente adequadas, todos os atores da comunidade escolar tenham conhecimento sobre essa temática e estejam sensibilizados e motivados para a implementação de ações de EAN e dos Dez Passos para a Promoção da Alimentação Saudável no Ambiente Escolar. Neste contexto, cabe lembrar que a alimentação escolar é uma ação pedagógica e, portanto, a oferta de alimentos já consiste em uma ação de ensino sobre a temática alimentação saudável, sinalizando a importância do cardápio, planejado pelo nutricionista e executado pelos manipuladores de alimentos, bem como dos produtos a serem comercializados em bares e cantinas. Em função dos objetivos das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica, que estabelecem a base nacional comum, orientando desde a organização até a avaliação das propostas pedagógicas, observa-se a pertinência da elaboração 10 de Diretrizes específicas para a EAN. Se o objetivo consiste em auxiliar na construção de novo comportamento alimentar é imprescindível que sejam realizadas ações a médio e longo prazo, de acordo com os dados da realidade. Para tanto, julga-se necessária a elaboração de um Programa permanente de EAN, que leve em consideração a realidade e demanda local, por meio da realização de um diagnóstico educativo, bem como um planejamento que envolva diferentes atores, como gestores, nutricionistas, coordenadores pedagógicos, entre outros. Entende-se como necessário verificar as crenças, principalmente de licenciandos e professores que atuam na Educação Básica, sobre o ensino da temática alimentação saudável no ambiente escolar, já que elas podem influenciar na proposição de ações didáticas e pedagógicas relacionadas ao tema e, consequentemente, no processo de formação dos hábitos alimentares saudáveis dos escolares. Considera-se que o questionário desta pesquisa pode ser utilizado como forma de diagnóstico, parte fundamental para o planejamento de ações de educação alimentar e nutricional, ou, ainda, como uma estratégia para iniciar a discussão sobre o assunto, podendo configurar-se como uma primeira aproximação com o tema. Espera-se que os resultados deste trabalho possam contribuir com o planejamento de ações de intervenção tanto na formação inicial, durante a graduação, como na continuada dos professores, com cursos de extensão e especialização, que atuam na Educação Básica, assim como no planejamento de ações de educação alimentar e nutricional no ambiente escolar.
Abstract The aim of this paper is to identify beliefs about the teaching of the healthy eating issue in the school environment held by professionals and scholars in the areas of Education and Nutrition. The research consists of a transversal study of a descriptive character and a quantitative approach with the purpose of verifying the beliefs held by participants by means of applying a questionnaire that was developed specifically for such purpose. The chosen questionnaire allowed to verify the degree of concordance among the respondents with each proposed statement and for such employing a Likert type scale. The statements were elaborated through consulting the literature in the areas of nutrition and education related to the subject. Initially, 45 statements were elaborated so as to cover the different aspects the literature and daily life have been bringing to evidence the role played by the school, teachers, students and their relationship with eating, school eating, eating habits and those in charge of teaching the issue. Because there was no consensus for many aspects and mainly to verify whether the 45 questionnaire statements actually covered all the variables related to teaching the issue, as well as whether each assertion had been clearly formulated, a content validation of the elaborated instrument was chosen to be performed. The final version of the questionnaire comprises 54 statements. Data was collected from two versions of the questionnaire, one printed and one on-line. A total of 949 professionals and scholars from the Education and Nutrition area participated in the research. It was found that there are several aspects related to teaching healthy eating that are in accordance with what is being discussed in the literature in the area of nutrition and education, however, it was ascertained that some aspects need debating in order to construct guidelines for the implementation of healthy eating in the school environment, as well as that the Food and Nutrition Education actions developed in schools be effective in promoting healthy eating habits. It can be observed that the group of nutritionists who work in the National School Eating Program, possibly for being directly involved in school eating in their daily work routing, hold different opinions from the other groups, especially those in education, about many statements. Considering schools as being strategic locations to promote health and healthy eating, it becomes essential that, in addition to offering nutritionally adequate meals, every player in the school community be knowledgeable of this issue and sensitized and motivated to implement Food and Nutrition Education and the Ten Steps to Promote Healthy Eating the School Environment. Within that context, it is worth remembering that eating at school is a pedagogical action and therefore, the offering of foodstuffs in itself consists in a teaching action about the healthy eating issue by signaling how important the menu is as planned by the nutritionist and food handlers, as well as the products to be traded in bars and canteens. Because of the National Basic Education Curricular Guidelines objectives that have established the common national base by providing instructions from the organization up to the evaluation of the pedagogical proposals, the pertinence of elaborating specific Guidelines for Food and Nutrition Education is observed. With the objective of assisting in the construction of a new eating behavior it is indispensable that medium and long term actions be carried out according to data from the reality. For such, it is deemed necessary the elaboration of a permanent Food and 12 Nutrition Education Program that would take into account the local reality and demand by means of making and educational diagnostic in addition to planning that involves different players, such as managers, nutritionists, pedagogical coordinators, among others. It is understood as being necessary to verify the beliefs, especially those held by licentiate students and teachers who work in Basic Education, about the teaching of the healthy eating issue in the school environment, as they may influence the didactic and pedagogical proposals related to the theme and, as a result, in the formation of healthy eating habits of students. It is considered that the questionnaire from this research may be used as a form of making a diagnostic, which is an essential portion of planning for food and nutritional education actions or, further still, as a strategy to set off a discussion about the subject that may be configured as a first approach towards the theme. It is expected that the results of this paper may contribute towards the planning of intervention actions both during early and continued Basic Education teacher training and graduation, through extension and specialization courses, and for the planning of food and nutrition education action planning in the school environment.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/165311
Arquivos Descrição Formato
001027614.pdf (3.621Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.