Repositório Digital

A- A A+

O ciclo financeiro e as medidas macroprudenciais aplicadas em mercados emergentes

.

O ciclo financeiro e as medidas macroprudenciais aplicadas em mercados emergentes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O ciclo financeiro e as medidas macroprudenciais aplicadas em mercados emergentes
Autor Kubiack, Marco Lima
Orientador Cunha, Andre Moreira
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Financial cycle
[en] Financial imbalances
[en] Macroeconomics
[en] Macro-prudential measures emergent markets
Resumo Este trabalho analisa o fenômeno do Ciclo Financeiro e os seus impactos desestabilizadores no Sistema Econômico. A partir de então, procura avaliar a pertinência de medidas macroprudenciais, especialmente em economias emergentes. Estas, por possuírem um menor e pouco desenvolvido Sistema Financeiro, estão mais vulneráveis aos fluxos de capitais internacionais. O estudo tem como base o conceito de "excesso de elasticidade financeira", que dá ênfase aos desequilíbrios financeiros e salienta o papel da Conta Financeira ao falhar em prevenir acúmulos financeiros, o que cria um viés expansivo no sistema. Esse viés influencia os agentes econômicos na forma da diminuição na aversão ao risco, baseado no aumento da alavancagem, o que pressiona o ambiente institucional a diminuir as restrições financeiras, comprometendo a sustentabilidade econômica e aumentando o risco de crises sistêmicas.
Abstract This paper analyzes the phenomenon of the Financial Cycle and its destabilizing impact on the Economic System. Since then, it attempts to evaluate the relevance of macro-prudential measures, especially in emerging economies. These, because they have a smaller and underdeveloped financial system, are more vulnerable to international capital flows. The study is based on the concept of "excessive financial elasticity" which emphasizes the financial imbalances and stresses the role of Capital Account in failing to prevent financial accumulations, which creates an expansive bias in the system. This bias influences the economic agents in form of a decrease in risk aversion, based on increased leverage, pressing the institutional environment to reduce the financial constraints, affecting the economic sustainability and increasing the risk of systemic crises.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/167291
Arquivos Descrição Formato
001021611.pdf (1.544Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.