Repositório Digital

A- A A+

Sensitivity of imidazolinone-resistant red rice (Oryza sativa L.) to glyphosate and glufosinate

.

Sensitivity of imidazolinone-resistant red rice (Oryza sativa L.) to glyphosate and glufosinate

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sensitivity of imidazolinone-resistant red rice (Oryza sativa L.) to glyphosate and glufosinate
Outro título Sensibilidade de arroz-vermelho (Oryza sativa L.) resistente às imidazolinonas, aos herbicidas glyphosate e glufosinate
Autor Cassol, Guilherme Vestena
Avila, Luis Antonio de
Zemolin, Carla Rejane
Piveta, Andrey
Agostinetto, Dirceu
Merotto Junior, Aldo
Abstract Dose-response experiments were carried out to evaluate the sensitivity of imidazolinone-resistant red rice to nonselective herbicides currently used in rice-soybean rotation in Rio Grande do Sul. Two red rice biotypes previously identified as resistant and susceptible to the imidazolinone herbicides were treated with imazapic plus imazapic, glyphosate and glufosinate under nine herbicide rates. A non-linear log-logistic analysis was used to estimate the herbicide rate that provided 50% red rice control and dry weight reduction (GR50). Imidazolinone-resistant red rice exhibited greater GR50 values than imidazolinone-susceptible biotype for imazapyr plus imazapic. In contrast, both imidazolinoneresistant and susceptible red rice showed similar GR50 values for glyphosate and glufosinate. These results indicate that glyphosate and glufosinate effectively control imidazolinone-resistant red rice at similar herbicide rates used to control imidazolinonesusceptible; however, integrated weed management practices must be adopted in rice-soybean rotation to delay resistance evolution of red rice populations to glyphosate and glufosinate.
Resumo Curvas de dose-resposta foram conduzidas para avaliar a sensibilidade de arroz-vermelho resistente às imidazolinonas para herbicidas não-seletivos, comumente utilizados em áreas de rotação soja-arroz irrigado no Rio Grande do Sul. Dois biótipos de arroz-vermelho, previamente identificados como suscetível e resistente às imidazolinonas, foram aspergidos com imazapyr+imazapic, glyphosate e glufosinate sob nove concentrações herbicidas. Utilizou-se análise de regressão não linear do tipo log-logística para estimar a concentração herbicida que proporcionou 50% de controle e redução na massa de matéria seca da parte aérea (GR50) de arroz-vermelho. O biótipo de arrozvermelho resistente às imidazolinonas demonstrou maior GR50, quando comparado ao biótipo suscetível para imazapyr+imazapic. Valores similares de GR50 foram observados para ambos os biótipos tratados com glyphosate e glufosinate. Esses resultados indicam que os herbicidas glyphosate e glufosinate controlam efetivamente biótipos de arroz-vermelho resistente às imidazolinonas em doses recomendadas para controlar biótipos suscetíveis às imidazolinonas. No entanto, práticas integradas de manejo devem ser utilizadas para retardar a evolução da resistência de arroz-vermelho aos herbicidas glyphosate e glufosinate na rotação soja-arroz irrigado.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 45, n. 9 (set. 2015), p. 1557-1563
Assunto Arroz vermelho
Erva daninha
Herbicida
[en] Clearfield® rice,
[en] Nonselective herbicides
[en] Red rice management
[en] Rice-soybean rotation
[en] Weed resistance
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/171123
Arquivos Descrição Formato
001051317.pdf (623.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.