Repositório Digital

A- A A+

O uso do particípio em formações verbais no português do sul do Brasil

.

O uso do particípio em formações verbais no português do sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O uso do particípio em formações verbais no português do sul do Brasil
Autor Silva, Inaciane Teixeira da
Orientador Schwindt, Luiz Carlos da Silva
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Alternância
Análise lingüística
Fonologia
Gramática
Linguagem e línguas
Língua portuguesa
Particípio
Projeto varsul
Voz passiva
[en] Alternation
[en] Norm
[en] Participle
[en] Productivity
[en] Use
Resumo Nesta pesquisa, estuda-se o uso do particípio na construção de tempo composto e voz passiva no português do sul do Brasil. Os objetivos específicos são (1) verificar qual a forma mais produtiva/recorrente do particípio em formações verbais; (2) tentar verificar a influência de fatores lingüísticos e extralingüísticos na opção do falante pelo uso da forma regular ou da forma irregular de particípio e; (3) realizar uma análise comparativa entre a norma ditada pela Gramática Tradicional e o uso do particípio nas formações verbais em situações reais de fala. A metodologia utilizada na pesquisa é a análise quantitativa de dados. O corpus é constituído de dados de duas naturezas: dados de 24 informantes com até 9 anos de escolaridade, provenientes de entrevistas do Projeto VARSUL, por caracterizarem o uso do particípio na fala espontânea; e dados de 22 informantes com ensino superior completo ou em andamento, provenientes de testes de produtividade, porque desejávamos levantar usos específicos do particípio irregular, como tinha chego, por exemplo, o que dificilmente seria alcançado nas entrevistas do VARSUL. Para a análise dos dados, fizemos um uso adaptado dos programas que compõem o Pacote VARBRUL. Considerando que nossa pesquisa não trata de um fenômeno variável, mas, sobretudo, investiga a regularidade de um fenômeno tipicamente alternante, optamos por aproveitar somente as informações referentes à freqüência (porcentagem) de aplicação do objeto em estudo. Os resultados preliminares mostraram que os tipos de verbos e as formações presentes nos dados do Banco VARSUL favoreceram o uso predominante do particípio regular, ainda que o irregular tenha aparecido em contextos específicos. Já nos resultados preliminares dos Testes, com os verbos e as formações verbais utilizadas, o uso do particípio se mostrou predominantemente alternante, isto é, os falantes alternaram as formas regulares e irregulares de particípio em formações com voz passiva e tempo composto, porém, algumas vezes, o uso do particípio manifestou-se como variável.
Abstract In this research, the use of participle in the building of the compound tense and the passive voice of southern Brazil Portuguese language is studied. The specific objectives are (1) verify what the most productive/recurring participle form in verbal formations is; (2) try verifying the influence of linguistic and extra-linguistic contexts when the speaker has to choose whether using the participle regular or irregular form; (3) conduct a comparative analysis between the rule prescribed by the Traditional Grammar and the use of participle in verbal forms of corpora. The methodology used in the research is data quantitative analysis. The corpus is made up of data from two different sources: data from 24 subjects with up to 9 years of study in school, deriving from interviews of the VARSUL Project, for characterizing the use of participle in the spontaneous speech; and data from 22 subjects, who were either graduate or undergraduate students, deriving from productivity tests, as we wanted to identify specific uses of irregular participle, as tinha chego (had arrived), for example, which would be hardly obtained from the interviews in VARSUL. For the data analysis, we made an adapted use of the programs that compose the VARBRUL Package. Considering that our research is not related to a variable phenomenon, but, above all, to investigate the regularity of a mainly alternate phenomenon, we decided to make use of only the information referring to the application frequency (percentage) of the subject in study. The preliminary results showed that the types of verbs and the formations present in the data in the VARSUL database favored the predominant use of the regular participle, although the irregular form was evident in specific contexts. Yet, in the preliminary results of the tests, with the verbs and the verbal formation used, the use of participle showed to be mainly alternate, i.e., the speakers alternated the use of regular and irregular forms of participle in formations with the passive voice and with the compound tense, however, the use of participle showed to be variable, at times.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17213
Arquivos Descrição Formato
000708232.pdf (492.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.