Repositório Digital

A- A A+

Partição aditiva da diversidade de nematoda em lagoas costeiras : componentes espaciais e ambientais

.

Partição aditiva da diversidade de nematoda em lagoas costeiras : componentes espaciais e ambientais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Partição aditiva da diversidade de nematoda em lagoas costeiras : componentes espaciais e ambientais
Outro título Additive partitioning of Nematoda diversity in coastal lakes: spatial and environmental components
Autor Flach, Pamela Ziliotto Sant Anna
Orientador Melo, Adriano Sanches
Co-orientador Ozorio, Carla Penna
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto Biodiversidade
Nematodeos
[en] Beta diversity
[en] Freshwater nematodes
[en] Spatial and environmental variation
[en] Species richness
Resumo A partição aditiva da diversidade tem recebido cada vez mais atenção dos ecólogos, sendo utilizada como uma abordagem para fracionar a diversidade ao longo de múltiplas escalas. A abordagem permite ainda testar se a diversidade em cada uma das escalas é maior ou menor do que o esperado segundo uma distribuição de indivíduos ao acaso nas unidades amostrais. Este trabalho avalia a diversidade alfa e beta de nematódeos em cinco escalas espaciais (de cm a km). A importância de componentes ambientais e geográficos (dentro de lagoas e entre lagoas) na diversidade desses organismos também é estimada. Como medida de diversidade utilizou-se a riqueza de morfotipos. Através de dados da literatura, comparou-se a diversidade de Nematoda com os padrões de diversidade descritos para organismos unicelulares de mesmo tamanho (menores de 2 mm). A expectativa era que a assembléia de nematódeos apresentasse uma alta diversidade alfa nas escalas espaciais inferiores, como ocorre para protistas, e valores baixos para diversidade beta, uma vez que a variação na composição da nematofauna refletiria principalmente mudanças nas características ambientais. Foram registrados 13.358 indivíduos e 59 morfoespécies de nematódeos. A partição aditiva da diversidade revelou que a importância da diversidade beta nas escalas maiores (dentro e entre ambientes e entre lagoas) foi maior que o esperado. Através da Análise de Correspondência Canônica Parcial (pCCA), verificou-se que componentes ambientais explicaram 26,95% da variação na composição da nematofauna, enquanto componentes espaciais explicaram 9,93%. Os resultados indicam que nematódeos, ao contrário dos protistas, apresentaram uma baixa riqueza de espécies local (diversidade alfa), apesar de sua alta diversidade de espécies global. Além do mais, parece haver uma seleção de habitat por parte da nematofauna, o que é normalmente verificado para organismos multicelulares e de maior tamanho.
Abstract Additive diversity partitioning has received increasing attention of ecologists as a tool to apportioning the diversity across multiple scales and test whether each scale harbors more or less diversity than what would be expected by the random assignment of individuals to sample units. This study assessed alpha and beta diversities of nematodes in five spatial scales (from cm to km). The importance of environmental and spatial determinants of variation in nematodes composition (within and between lakes) was also evaluated. Morphospecies richness was used as a metric to estimate diversity. Using available literature data, observed Nematoda diversity was compared to patterns of diversity described to unicellular organisms with the same size (smaller than 2 mm). It was expected that a high alpha diversity in the lowest spatial scales, as described to protist species, and low beta diversity. Additionally, environmental differences between sites should explain higher variation in Nematoda composition than geographical distance. A total of 13,358 individuals belonging to 59 morphospecies were obtained. Additive partitioning showed that the importance of beta diversity at the higher scales was higher than expected. Using partial Canonical Correspondence Analysis (pCCA), it was found that environmental components (26.95%) explained more variation in community structure than spatial components (9.93%). In relation to known patterns of diversity of protists, local species richness (alpha diversity) of nematodes was low compared to their relative high worldwide richness. Moreover, nematodes tend to shown stronger habitat associations than protists, as usually observed for large multicellular organisms.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/17339
Arquivos Descrição Formato
000714833.pdf (1.204Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.