Repositório Digital

A- A A+

Atenção Nova República : nós também queremos dar palpites uma análise : da participação política feminina através da revista Claudia (1985 – 1988)

.

Atenção Nova República : nós também queremos dar palpites uma análise : da participação política feminina através da revista Claudia (1985 – 1988)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Atenção Nova República : nós também queremos dar palpites uma análise : da participação política feminina através da revista Claudia (1985 – 1988)
Autor Hübner, Laura Viola Matzenbacher
Orientador Méndez, Natalia Pietra
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Cidadania politica
Cláudia (Revista)
Feminismo
Participação política
Redemocratização
[en] Claudia Magazine
[en] Genre
[en] Private
[en] Public
[en] Redemocratization
Resumo O presente trabalho é sobre como, em um contexto de reformulação sócio-política no Brasil (1985 – 1988), as mulheres encontraram uma brecha para saírem do âmbito privado – historicamente associado a elas – e lutarem por seus ideais e projetos de sociedade no campo político-institucional, o mais público dos espaços. Os questionamentos que fizemos a partir disso são: de que maneira isso aconteceu? Quais foram os catalisadores que possibilitaram que as mulheres se inserissem nestes espaços, até então negados a elas? Quem eram essas mulheres? Que rupturas o processo de redemocratização infligiu na condição feminina, e quais continuidades? No intuito de responder estas indagações analisamos as edições publicadas entre 1985 e 1988 da revista Claudia, um dos periódicos direcionados ao público feminino de maior alcance no Brasil no período. A luta pela cidadania política gerou uma mobilização para que a mesma não tivesse significância apenas em escala nacional, mas também no mais privado da sociedade – sobre os sujeitos, possibilitando que as barreiras entre o público e o privado, estruturantes de nossa sociedade, fossem transgredidas e ressignificadas.
Abstract The present paper is about how, in a context of social-political reformulation in Brazil (1985-1988), women found a breach to exit the private sphere - historically associated with them - to fight for their ideals and projects of society in the political-institucional field, the most public of spaces. The questions we made from that scenario are: in which way did that happen? Which were the catalysts that allowed women to introduce themselves on those spaces, that until that point were denied to them? Who were those women? What ruptures did the redemocratization process inflicted on the condition of females, and which continuities? In order to answer those questions, we analyzed the issues published between 1985 and 1988 of Claudia magazine, one of the periodicals directed to the female public with the greatest reach in Brazil in the period. The struggle for political citizenship generated a mobilization so that it did not have significance only in national scale but also in the most private of society - on the subjects, allowing the barriers between the public and the private, structuring of our society, to be transgressed and re-signified.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/173815
Arquivos Descrição Formato
001061642.pdf (1.895Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.