Repositório Digital

A- A A+

Por uma ecologia da formação de professores de música : diversidade e formação na perspectiva de licenciandos de universidades federais do Rio Grande do Sul.

.

Por uma ecologia da formação de professores de música : diversidade e formação na perspectiva de licenciandos de universidades federais do Rio Grande do Sul.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Por uma ecologia da formação de professores de música : diversidade e formação na perspectiva de licenciandos de universidades federais do Rio Grande do Sul.
Autor Almeida, Cristiane Maria Galdino de
Orientador Del Ben, Luciana Marta
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Música.
Assunto Educação musical
Musica : Professores : Formacao
Música : Rio Grande do Sul
[en] Diversity
[en] Ecology of knowledge
[en] Ecology of music teachers' education
[en] Music teachers' initial education
[en] Sociology of absences
Resumo O presente trabalho teve como objetivo investigar como estão sendo formados os professores de música para trabalhar com/em a diversidade presente na sociedade, a partir da perspectiva dos licenciandos. Os objetivos específicos foram identificar em que condições os licenciandos estão sendo preparados - condição de produção/reprodução dos discursos e práticas na universidade e que nestas estão implicadas sua cultura, sua etnia e suas múltiplas identidades; identificar quais os instrumentos de construção/manutenção/transformação sociocultural de que vão dispor; e analisar que conhecimentos são priorizados nessa formação. O referencial teórico do trabalho está fundamentado em conceitos da teoria crítica pósmoderna, entre eles, sociologia das ausências e teoria da tradução, propostos por Boaventura de Sousa Santos (2005a). Foi realizado um estudo de entrevistas com 17 licenciandos de três universidades federais do Rio Grande do Sul. A técnica de pesquisa utilizada foi a da entrevista episódica, e as informações socializadas foram analisadas qualitativamente. A partir da análise, considerei que a diversidade ainda não faz parte da formação como um projeto consolidado institucionalmente e que o conhecimento é predominantemente monocultural. Esses aspectos tornam a formação um espaço de tensões e possibilidades. Proponho que ela seja vista a partir de uma ecologia da formação, como espaço de inter-relações, onde os diálogos interculturais sejam exercitados e, consequentemente, seja possível viver a formação com/em a diversidade para formar professores de música que possam trabalhar com/em a diversidade.
Abstract This research aimed at investigating how future music teachers are being educated to work with/in the diversity present in the society, from the perspective of the music student-teachers. The specific objectives aimed at identifying the conditions in which the music student-teachers are being prepared - the conditions of production/reproduction of the belief system and practices in the university, in which are implied their culture, their ethnicity, and their multi-faceted identities; identifying the available tools to generate sociocultural construction/maintenance/transformation; as well as analyzing the knowledge prioritized during the initial education course. The theoretical framework was composed by concepts coming from the post-modern critical theory, proposed by the Portuguese sociologist Boaventura de Sousa Santos (2005a). An interview study was carried out with 17 students from three federal universities in the state of Rio Grande do Sul (southern Brazil). The research technique used was the episodic interview. The information shared with the students underwent a qualitative analysis. The analysis revealed that diversity is still not part of the initial education course as an institutional project and that the knowledge present in the course is mainly monocultural. Based on such aspects, the initial education course can be understood as a place of tensions and possibilities. Then, I propose that it be conceived as an ecology of education, as a space of interrelationships where the intercultural dialogues are exercised and, consequently, it will become possible to live educational processes with/in diversity in order to educate music teachers who can work with/in diversity.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/17690
Arquivos Descrição Formato
000722639.pdf (1.323Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.