Repositório Digital

A- A A+

O uso da terra na atividade florestal : estudo comparativo dos indicadores socioeconômicos no Rio Grande do Sul

.

O uso da terra na atividade florestal : estudo comparativo dos indicadores socioeconômicos no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O uso da terra na atividade florestal : estudo comparativo dos indicadores socioeconômicos no Rio Grande do Sul
Autor Oliveira, Letícia de
Orientador Waquil, Paulo Dabdab
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios. Programa de Pós-Graduação em Agronegócios.
Assunto Agronegócios
Desenvolvimento regional
Desenvolvimento sustentável : Indicadores
Indicadores socio-economicos
Manejo florestal
Uso da terra
[en] Forestry
[en] Land use
[en] Regional development
[en] Socioeconomic indicators
Resumo Discussões que englobam as mudanças no uso da terra e preocupações de ordem econômica, social e ambiental são fundamentais para fortalecer o desenvolvimento regional ao longo do tempo. A importância do setor florestal e a conscientização da sociedade com práticas e produtos florestais sustentáveis, além da crescente demanda por matéria-prima entre vários segmentos industriais de produtos madeireiros e não madeireiros, têm reforçado ainda mais o investimento em florestamento. Percebe-se que os investimentos realizados nesta atividade tendem a causar uma mudança no uso da terra, levando a um aumento de terras necessárias ao cultivo de florestas. Portanto, a justificativa desta tese apoia-se na necessidade de compreender como as mudanças no uso da terra, decorrentes da atividade florestal, afetam os indicadores socioeconômicos dos municípios do Rio Grande do Sul. Procurou-se testar a hipótese de que essas mudanças podem dinamizar as economias locais, levando inicialmente à melhoria em alguns indicadores (efeito positivo), mas que a partir de um ponto o avanço excessivo da atividade pode conduzir à falta de diversificação e consequentemente à piora dos indicadores (efeito negativo). Especificamente, buscou-se comparar os indicadores socioeconômicos nos anos em estudo; identificar os principais indicadores socioeconômicos que são influenciados pela mudança do uso da terra; e verificar a relação desse uso com os indicadores socioeconômicos no desenvolvimento regional. Metodologicamente, a pesquisa pode ser classificada como um estudo exploratório e descritivo, com análise quantitativa. Exploratório porque busca conhecer como as mudanças no uso da terra causadas pelo florestamento no RS afetam as dimensões estudadas na tese; descritivo porque procura entender a relação entre as dimensões e as mudanças no uso da terra no estado. Os dados secundários utilizados foram obtidos por meio do site da Fundação de Economia e Estatísticas/FEE, no período de março de 2008 a junho de 2008, para os anos de 1996, 2001 e 2006, uma vez que se procurou trabalhar com períodos de 5 em 5 anos. Ainda, procurou-se formar 5 grupos de municípios em relação ao uso da terra e ao florestamento. Os dados utilizados para isso foram obtidos pelo Inventário Florestal Contínuo do Rio Grande do Sul do ano de 2001. O objetivo da formação dos grupos de municípios refere-se a possíveis comparações entre estes, caracterizados por diferentes intensidades de uso da terra na atividade florestal, além dos indicadores de desenvolvimento. Também foram selecionadas 18 variáveis para a pesquisa, sendo que a partir dessa seleção procurou-se agrupá-las em 6 dimensões. As técnicas estatísticas utilizadas foram: análise de freqüência, análise descritiva, média, média entre grupos, análise da variância e comparação de médias por meio do teste da diferença mínima significativa, LSD (Least Significant Difference). Portanto, conclui-se que a atividade florestal pode resultar em melhores indicadores socioeconômicos até certo ponto; no entanto, à medida que cresce muito a proporção de florestamento nos municípios, os indicadores voltam a piorar. A principal limitação da pesquisa refere-se à falta de alguns dados, não disponíveis na base de dados, visto que nem todos os municípios os tinham, pois vários deles foram emancipados após o ano de 1996. Dessa forma, ocorre uma variação no tamanho da amostra da pesquisa. Por isso, recomenda-se o uso de outros indicadores para melhor analisar os impactos causados pelo uso da terra e analisar todos os estados brasileiros, podendo fazer comparações dos resultados dos municípios de um estado com os de outros estados.
Abstract Discussions which include changes in the land use and concerns about economical social and environmental issues are essential to strength regional development over the time. The importance of the forestry sector and the awareness of society about sustainable forest practices and products, in addition to the growing demand for raw materials from various industrial segments of timber and non-timber products, have increased even more the investments in forestry. It is seem that investment in this activity tend to cause a change in the land use, setting off an increase in amount of lands needed to forest cultivation. Therefore, this thesis justification is supported by the need to understand how changes in land use, caused by forestry activity affect the socioeconomic indicators of towns located in Rio Grande do Sul. It has been sought to test the hypothesis that these changes can boost local economies, leading initially to an improvement in some indicators (positive effect), but after a certain level, the excessive expansion of the activity might lead to a lack of diversification and consequently worsen the indicators (negative effect). Specifically, it has been sought to compare the socioeconomic indicators in the years studied, to identify the main socioeconomic indicators which are influenced by the change in land use; and verify the relation between this use with the socioeconomic indicators for the regional development. In terms of methodology, the research can be classified as an explanatory-descriptive study, with quantitative analysis. Exploratory for aiming to understand how the changes in land use caused by forestry in RS affect the studied dimensions within the thesis, and descriptive because intends to understand the relations between the dimensions and the land use changes in the State. The secondary data used were obtained from the Fundação de Economia e Estatística/FEE, in the period between March and June 2008, for the years 1996, 2001 and 2006, as it has been tried to work with five-year periods. Also, it has been sought to set groups of five towns in relation to the land use and forestry. The data used for that was obtained from the Continuous Forestry Inventory of Rio Grande do Sul (Inventário Florestal Contínuo) of year 2001. The reason for the groups setting was to make possible compare them amongst each other, as they are characterized by different levels of land use in forestry activity, in addition to the development indicators. Also, there has been chosen 18 variables for the research, separating them in six dimensions. The statistical techniques used were frequency analysis, descriptive analysis, mean, mean between groups, variance analysis and mean comparison by least significant difference test, LSD. Therefore, it was concluded that forestry activity can result in better socioeconomic indicators at a certain level, although as the forestry proportion increase in the towns, the indicators worsen. The main drawback of the research is the lack of some data, missing in the database as not all towns get them, because few of them had been emancipated after 1996. Thus, there is a variation in the sample size within the research. Therefore it is recommended the use of other indicators for best analyse the impacts caused by land use and also to analyse all Brazilian states for being possible to compare the towns' results from one state to another.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/17696
Arquivos Descrição Formato
000722894.pdf (766.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.